Gravidez e amamentação reforçam necessidades de água para o organismo

A hidratação é muito importante para atravessar as duas fases com tranquilidade

3
561

Manter o organismo hidratado é ponto decisivo para qualquer fase da vida.

Há situações em que a demanda por água é maior. É assim nas fases de desenvolvimento, quando nos exercitamos ou estamos doentes.

A água tem múltiplas funções no organismo. Entre elas:

  • Facilita a digestão
  • Transporta nutrientes e sais minerais
  • Auxilia na regulação da temperatura do corpo

O leite é fabricando, basicamente, de água. Descuidar da hidratação é garantia certa de má qualidade na amamentação.

Todas essas demandas aumentam com a gravidez e a amamentação. É preciso manter o corpo hidratado para seu pleno equilíbrio. Além da água pura, a hidratação pode aumentar com o uso de alimentos, sucos e chás. O importante é optar por produtos naturais.

Em consequência das transformações corporais, o volume de água chega a até 9 litros no sangue. Isso acontece para dar suporte e garantir o pleno funcionamento da placenta e a oferta do líquido amniótico.

A água também é fonte de reposição das perdas inevitáveis para algumas mulheres que, na gravidez, enjoam bastante.

Quando o bebê nasce, há outra situação que demanda grande quantidade de líquidos. O leite é fabricando, basicamente, de água. Descuidar da hidratação é garantia certa de má qualidade na amamentação.

E como se hidratar?

  • Procure ingerir até 3 litros de água por dia
  • Distribua essa demanda em água, sucos, sopas e chás
  • Dê preferência a frutas e verduras, que têm grande quantidade de água
  • Beba água aos poucos, fica mais difícil cansar de uma rotina assim
  • Use como alternativa as águas aromatizadas, que você mesmo faz com frutas e verduras
  • Não desista da hidratação mesmo com as temperaturas baixas
  • Redobre os cuidados quando os termômetros marcarem elevadas temperaturas

Gostou dessa dica? Então compartilhe!