Um cão sabe quando sua dona está grávida?

0
593

Instinto canino percebe muito mais do que podemos imaginar. Mas será que os cães sabem quando suas donas estão esperando um bebê?!

Quem convive com cães percebe que as mudanças de comportamento deles dependem muito das mudanças de comportamento dos seu humanos. Eles se adaptam ao ambiente e seu instinto os avisa através do olfato apurado quando algo diferente está acontecendo.

Há muitos estudos que mostram o grande poder do olfato canino, entre outras habilidades ligadas ao seu instinto, que nós humanos, acabamos perdendo por conta da civilidade que desenvolvemos ao longo dos anos.

Um desses estudos, publicado em 2011 no Jornal Internacional de Hepatologia e Gastroenterologia, utilizou as habilidades de um cão labrador retriever para detectar a presença de câncer colorretal em amostras humanas. O cão foi capaz de acertar 98% dos casos de câncer, pois sentiu a diferença de cheiro que as células cancerosas proliferavam.

Dessa forma, podemos concluir que os cães também pode sentir o cheiro das mudanças hormonais que acontecem no corpo de uma gestante, mesmo não sendo provável que eles saibam o que está acontecendo exatamente.

Entretanto, ao longo do tempo eles também percebem as mudanças físicas no corpo da mulher, assim como as mudanças comportamentais e ambientais que antecedem a chegada do bebê.

Nem sempre a reação dos cães é a mesma, sendo que alguns podem se tornar mais protetores, outros ficam enciumados e outros apenas ficam na deles, como se nada estivesse acontecendo. Assim como nós, eles têm sua personalidade e maneira própria de lidar com o mundo a sua volta.

Uma das formas mais prováveis de o cão saber o que uma gravidez representa e, assim, adaptar o seu comportamento, é quando ele acompanha de perto mais de uma gestação humana. Nesse caso ele começa a fazer uma ligação lógica entre as mudanças de odor na gestante e as mudanças que já sabe que virão a seguir, até a chegada de um novo membro na família.

Mas ainda não há estudos que comprovam uma compreensão canina entre a gravidez e o aumento da sensibilidade da mulher, que faça o cão se tornar mais protetor com ela. Porém, uma coisa é certa: assim como humanos, eles sabem que filhotes são indefesos e inocentes e precisam de cuidados.

Por isso, assim que um bebê chega ao mundo, os cães agem com curiosidade e delicadeza quando se aproximam do pequeno ser. Vendo essa reação, já sabemos que não precisamos ter medo. Ter um cão por perto desde a infância é dar ao seu filho um melhor amigo fiel e amoroso, pelo tempo que a vida permitir.