Estratégias para economizar na gravidez

Aprenda como driblar o orçamento mais curto

0
353

A família cresce, mas nem sempre o orçamento acompanha. Às vezes por falta de planejamento ou porque há surpresas no caminho.

Não há motivo para desespero, sempre existem formas de ter de tudo um pouco gastando menos e usando meios para poupar.

Amamente o quanto conseguir

Dar o peito é uma oportunidade de múltiplos benefícios, um deles é a economia. Enquanto você amamenta, fornece todos os elementos necessários para a dieta do seu filho até o sexto mês, exclusivamente.

Se continuar a amamentar até os 2 anos, como recomendam os pediatras, vai fortalecê-lo mais ainda.

No bolso, você evita comprar as tão caras fórmulas. É uma economia significativa. Tente calcular quanto tempo dura uma lata, ou seja, quantas mamadas. O valor final é o que você vai economizar dando o peito.

Tente usar fraldas de pano

Mesmo que somente durante o dia, reveja seus conceitos e tente usar as fraldas de pano.

Se quiser, pode conciliar e usar as fraldas descartáveis no período da noite, quando as trocas são menores.

Ah, e não tenha pressa em trocar de tamanho da fralda descartável. Quanto menor, mais fraldas vêm no pacote.

Pesquise tudo o que puder

A internet está aí para isso também. Entre nas páginas de supermercados e farmácias e pesquise os preços antes de tomar a decisão de comprar.

Nunca compre por impulso ou espere algo acabar para comprar na emergência.

O conselho da pesquisa é válido para todo tipo de produto, desde a higiene, até móveis e roupas.

Entre o algodão e o lencinho, ganha o algodão

Além de mais barato, o algodão é menos alérgico para ser usado nas trocas de fralda. Se você estiver em um local que faz calor, lave o bebê nas trocas de cocô – é mais adequado.

Faça uma decoração sóbria depois de pesquisar

Claro que você quer o quarto o mais lindo possível e há muita beleza que cabe nos mais diversos orçamentos.

Pesquise sempre. Também peça ajuda para a pintura, que é um dos itens que pesam mais na hora de decorar.

Liquidações e feiras

Aquelas queimas de estoque merecem sua visita. Você pode encontrar itens de excelente qualidade por preços muito baixos.

Tente evitar o impulso de comprar

As roupinhas são lindas, sim, mas eles crescem muito rápido. Opte por poucas roupas de tamanho RN e dê preferência às P e M.

Uma dica importante é a de comprar macaquinhos sem pé. Com meias, eles duram mais tempo. Faça o mesmo com os pijaminhas e calças.

Aceite o que repassarem

Para quem tem mais de um filho, o repasse de roupas é quase automático, mas há quem partilhe mesmo sem grau de parentesco. E isso é ótimo.

Aceite artigos de segunda mão porque, em geral, os bebês usam muito pouco e quase sempre eles parecem novos.

Isso vale para roupas, calçados e outros artigos, como os protetores de berço, toalhas e brinquedos.

Não abra mão do chá de bebê

A chegada de uma criança é sempre festa e há quem deseje partilhar disso dando presentes.

Fale com os amigos mais próximos sobre como eles podem colaborar.

Você também pode deixar a lista em farmácias especializadas e garantir ali todo o kit de higiene do bebê.

Compre em brechós infantis

É só dar uma busca na internet que você vai encontrar. Se não existir próximo à sua casa, há os brechós online, que são excelentes alternativas para economizar.

Economize em tudo o puder

As vacinas estão disponíveis gratuitamente nos postos de saúde e são um direito seu e de seu bebê.

Também há medicamentos que são fornecidos nos postos, basta levar a receita.
Procure economizar nas coisas do cotidiano, como esperar a quantidade indicada na máquina para lavar e aproveitar a água.

Se houver espaço em sua moradia, você poderá instalar um reservatório para captar a água da máquina de lavar e usar em calçadas e tapetes.

Compre no supermercado no dia das promoções de hortifruti e carne.

Tente não fazer compras com fome. Uma barriga vazia é sempre uma má conselheira.

Há ótimas opções de passeios ao ar livre. Busque na sua cidade onde eles estão e aproveite.

Leve lanches e bebidas prontos de casa.

Procure fazer ou confeccionar seus próprios artigos

A chegada do bebê é cheia de expectativas e buscas de produtos que, até então, muitos nem sabiam da existência.

São almofadas específicas, protetores de berço, toalhinhas, trocador e tantos outros. Mas, às vezes, nem tudo o que se quer comprar é realmente necessário. faça uma lista do que é realmente preciso comprar, e veja o que pode ser adaptado.

Para economizar, tente fazer você. Se nunca pegou em agulha e linha, melhor assistir tutoriais na Internet (e eles são muitos).

Os tutoriais ensinam a fazer os moldes e como administrar o material para não perder nada. Vale a pena.

Veja no vídeo abaixo como fazer um sling, por exemplo:

Gostou dessa dica? Então compartilhe!