Filhos consumistas, como evitar?

Recompensas materiais frequentes podem fazer de seu filho um materialista

0
529

Um estudo norte-americano alerta para a maneira utilizada pelos pais para recompensar os filhos. Presentes e a suspensão de bens materiais usados como recompensas ou castigos podem ter um efeito nada promissor na educação.

Ao invés de ajudar, esse comportamento ajuda a construir uma série de valores baseados no materialismo, o que será prejudicial aos pequenos.

Aquela estratégia de tirar o brinquedo eletrônico quando o pequeno se comporta mal ou dizer que ele não vai ganhar determinada coisa se não passa de ano é muito usada pelos pais.

Esse método, além de estimular o direcionamento educacional para o material, também inverta a relação da família e promove a recompensa como meio de satisfação pessoal.

O uso desse meio de educar foi alvo de estudo promovido por pesquisadores das universidades de Illinois e Missouri, nos EUA.

No estudo, 700 pessoas adultas responderam sobre como a recompensa foi usada na infância.

Os pesquisadores concluíram que:

1. Pais costumam usar presentes como uma prova de carinho;

2. Tirar um bem material é castigo;

3. Conquistas merecem recompensa material;

Educadores revelam que esse tipo de comportamento é prejudicial a longo prazo porque promove pessoas ansiosas e imediatistas.

Também alerta para o uso de presentes que seriam dados em datas comemorativas como meio de chantagem.

No relacionamento com os filhos, a troca deve ser de carinho e afeto, e não de bens materiais

Para crianças, reconhecimento por meio de palavras, de exemplos de vida e segurança valem muito mais que qualquer presente caro.

O consumismo também é ensinado, da mesma forma, o caráter baseado na valorização e não na meritocracia.

Relacionado: Sabia que o desenvolvimento da criança não depende só de mãe e pai?

Fonte: CRESCER