Gravidez indesejada não é o fim! Saiba o que fazer

Manter a cabeça fria é fundamental para tomar a melhor decisão para você!

0
1412

Embora na maior parte das vezes a gravidez seja uma excelente notícia, algumas mulheres têm de lidar com o problema de uma gestação não desejada. Como todos sabemos, a gravidez acarreta uma diversidade de transformações físicas e psíquicas, mas, quando essa gestação é inesperada, tudo se torna mais sérios. As futuras mamães costumam se sentir culpadas e até chegam a entrar em pânico.

O que fazer diante de uma gravidez não planejada?

Se o resultado do teste de gravidez de farmácia foi positivo, você tem de se consultar com o seu médico, de preferência um obstetra ou ginecologista. Seja qual for a sua decisão, nunca se esqueça de que o pré-natal é essencial. Além disso, mantenha sempre a calma: não saia tomando nenhum medicamento, nem chás para abortar. Nunca vá também a uma clínica clandestina. Não coloque sua vida em risco!

A quem você deve contar sobre essa gravidez?

Sem dúvida que compartilhar é o melhor para desabafar e refletir sobre que decisão tomar. Converse com o pai do bebê e tentem discutir essa situação juntos. Mas lembre-se: não deixe que o seu parceiro dite as regras. Ele tem direitos, mas é do seu corpo e da sua vida que estamos falando! Não se coloque em segundo lugar, e nem deixe que ele decida tudo!

Fale com uma outra pessoa em quem você confia. Se você estiver trabalhando, quando confirmar o estado de gravidez através do exame de sangue, avise os seus superiores, para garantir a licença de maternidade e uma maior estabilidade na sua vida profissional. Se você fizer um trabalho mais exigente, avalie se não será melhor começar a exercer uma função mais cômoda, para proteger o desenvolvimento do seu filho.

“compartilhar é o melhor para desabafar e refletir sobre que decisão tomar”

Você não é caso único

Ao contrário do que você poderia imaginar, a gravidez não desejada é comum em outras faixas etárias além da adolescência. Por exemplo, muitas gestantes com 40 ou mais anos se deparam com esse problema. Seja qual for a idade, todas as mulheres devem tomar uma única atitude: planejar.

É perfeitamente normal que, à primeira vista, uma gravidez inesperada seja uma situação sem saída. Mas tudo tem solução. Alguns aspetos suavizam o pânico inicial: um apoio familiar, uma poupança, a ajuda do pai do bebê… Mesmo sem esses fatores relevantes, se mantenha tranquila, fale com os envolvidos (especialmente com o pai da criança) e tome uma decisão. Você vai ver: o resto irá fluir normalmente.

Independente da sua decisão de levar ou não a gravidez a diante, não deixe que ninguém decida a sua vida por você! As pessoas sempre são muito rígidas no julgamento, até que acontece com elas. Você sabe o que será melhor para a sua vida. Mantenha a calma, e não faça nada guiada pelo pânico!

E nunca se esqueça de como você pode evitar essa situação: conheça bem o seu ciclo menstrual, evite relações desprotegidas e nunca brinque quando o assunto for a sua saúde!

Relacionado: Estágios iniciais da gravidez: como lidar e controlar a ansiedade

Assista a esse vídeo para saber mais sobre como você pode evitar uma gravidez indesejada:

Curtiu esse artigo? Então, compartilhe com as suas amigas!