As mães na visão dos meninos

Equilíbrio na relação está nos detalhes

0
2697

A visão da mãe por um menino é, com certeza, única. Não existe disputa de pensamento, mas complemento. E são os primeiros anos que definem como será a relação no curso de toda a vida.

É natural do gênero masculino a proteção. O mesmo se processa no gênero feminino e, no papel de mãe, a mulher repassa primeiramente a sensação de onipresença que vai se transformando ao longo da vida. Quem antes cuidava, passa a ser cuidada.

Enquanto a figura do homem representa a aventura, o risco físico e a virilidade, a materna está ligada ao amadurecimento e equilíbrio. As duas são complementares.

O auxílio na formação do caráter dos filhos é baseado em segurança e disponibilidade

E como traduzir isso? Por atos.

Das mães, os filhos esperam receber:

Afeto

O amor está no cuidado, nos atos e nas palavras. Assim será toda a diferença quando ele crescer e lidar com o mundo à volta.

Aprendizado

O agir diante das coisas da vida está na experimentação, mas são os pais e mães quem demonstram os caminhos.

Limites

Disciplina é uma forma de atuar em sociedade e possibilitar a interação. O respeito a si e ao outro é ensinado para que no futuro haja segurança e estabilidade.

Sinceridade

Não é preciso montar um personagem diante dos filhos. Eles amam incondicionalmente e a relação não precisa ser baseada em mentiras.

Mães falham, erram, mas também acertam e são sensíveis. Os filhos precisam saber que contam com uma pessoa e não com uma máquina.

Abraços, beijos e carinho

O abandono não está ligado somente à separação geográfica. Abraçar, beijar, dar afeto e ter muito contato físico é uma garantia de interação.

Crianças choram menos quando sentem que têm braços que as acolhem e confortam. É uma forma simples e direta de moldar uma personalidade forte e segura.

Relacionado: Cinco fatos que as meninas gostariam de dizer para suas mães