Método Billings ajuda a prevenir a gestação e planejar a gravidez

Esse método está ficando cada vez mais popular e analisa os hormônios femininos

0
273

O método Billings é um meio natural de acompanhar a oscilação hormonal feminina e, assim, evitar a gravidez ou planejar a gestação.

O método foi desenvolvido pelo médico John Billings após a observação de 850 mil análises de hormônios. Na pesquisa, realizada em 1950, o médico concluiu que é possível saber quando a mulher está fértil a partir do ápice da produção de estrogênio.

O estrogênio forma um muco na cérvix, que fica próximo ao colo do útero. A pesquisa foi denominada MOB (Método de Ovulação Billings) e aponta que o período fértil varia de mulher para mulher, considerando a irregularidade menstrual.

O aparelho reprodutor feminino atua com a função de gerar a vida. Ovários, tubas uterinas, vagina e útero ficam regulados para receber o embrião.

O óvulo, depois que chega à tuba, permanece por 24 horas até ser fecundado. Quando isso não acontece, as paredes do endométrio descamam e ocorre a menstruação.

o método Billings é uma forma de ajudar nesse processo de conhecimento do corpo da mulher

O primeiro passo é conhecer a vagina, que pode ficar escorregadia, seca, úmida ou muito molhada. O líquido nela provem do muco e pode ser elástico, cremoso ou líquido. Quando o muco não está visível na vagina é possível fazer a análise por meio da sensação.

Ao caminhar, por exemplo, a mulher consegue saber se a vagina está úmida, seca, escorregadia ou molhada.

Também é possível medir a temperatura do corpo, que aumenta até 1º C no período da ovulação.

Relacionado: 7 informações importantes sobre a menstruação

Conheça as etapas do ciclo:

Confira como funciona na tabela abaixo:

Ao saber como estão a vagina, o muco e a temperatura, é possível saber se a mulher está no período fértil.

Se a vagina estiver seca, a temperatura será de 36º C e não há risco de gravidez. Essa condição ocorre seis dias antes e seis dias depois da menstruação, aproximadamente.

Após esses dias, a vagina começa a ficar molhada e úmida e um líquido cremoso pode ser liberado. A temperatura corporal não muda, mas o óvulo pode ser liberado.

Como o espermatozoide sobrevive até 72 horas no corpo da mulher, pode haver gravidez.

Depois dessa fase, a mulher começa a sentir a liberação de uma secreção que parece clara de ovo. Isso quer dizer que ela está fértil. Os outros sinais são a vagina escorregadia e a possibilidade de esticar o líquido até 5 centímetros.

O líquido permanece assim para facilitar o transporte do espermatozoide e o alimentar. A temperatura, nessa fase, será de aproximadamente 36,5º e as chances de uma gravidez nesse período é alta.

Observar o corpo

O método Billings depende, sobretudo, de autoconhecimento. Discuta com seu médico sobre esse método e peça mais informações sobre como aplicá-lo. Além de literatura específica, o método também conta com cursos distribuídos em todo o país.

Há quem o considere um meio seguro e uma alternativa a outros métodos contraceptivos.

Os hormônios elevam o risco de trombose e os dispositivos intra-uterinos à possibilidade de gravidez de risco.

Esse método depende, sobretudo, de disciplina

Vantagens do método Billings:

1. É natural;

2. Ajuda no conhecimento do próprio corpo;

3. Não tem efeitos colaterais;

4. Ajuda no planejamento da gravidez;

5. É alternativa para mulheres que amamentam;

6. É uma possibilidade para mulheres que têm ciclos longos ou curtos;

7. Pode ser usado em mulheres com ovários policísticos;

8. Pode ser utilizado por mulheres com baixa fertilidade;

9. Compartilha a responsabilidade do casal pela contracepção.

Desvantagens

1. Depende de conhecimento e disciplina;

2. É preciso avaliação diária e acompanhamento por meio de anotações;

3. Não funciona na menopausa ou no climatério;

4. Indicado para quem tem apenas um parceiro porque depende de colaboração;

5. Não previne doenças transmitidas sexualmente.