Nova geração de mães está sendo mais criticada

Estudo recente conclui que as novas mamães estão sob um maior escrutínio, independentemente das suas escolhas

0
397

Você tem se sentido muito julgada e pressionada pelos outros durante a sua gestação ou maternidade? Bem, isso pode ser muito mais do que uma ligeira impressão. Segundo uma pesquisa recente, a nova geração de mamães está sendo muito criticada pelos outros.

Inexistentes nas gerações anteriores, as redes sociais são um meio privilegiado para os outros observarem diretamente a relação que as novas mães estabelecem com os seus bebês. Além disso, com a facilidade com as que as pessoas pesquisam um pouco por tudo através do Google, todos se consideram uns profissionais especializados em maternidade.

As autoras do estudo não têm dúvidas: esse julgamento constante deve terminar.

Mães são constantemente criticadas por amigos, familiares e até por estranhos

No seu trabalho de campo, os autores entrevistaram grávidas ou recém-mamães e compararam as suas respostas com as observações feitas pelas mães delas. De acordo com as conclusões divulgadas no estudo “Families, Relationships and Society”, as mães de hoje estão mais sob a ameaça das críticas no decorrer da gravidez e no período pós-parto. A amamentação das crianças é o assunto mais criticado.

“A amamentação das crianças é o assunto mais criticado”

“Nós concluímos que as novas mães estão passando por uma experiência diferente em comparação com a geração anterior. As avós sublinharam que o seu aleitamento, por vezes, trazia algumas dificuldades físicas e que elas ultrapassavam esses problemas sozinhas. Além disso, ninguém interferia muito nas suas decisões. O mesmo não está acontecendo com a nova geração de mães. Elas estão constantemente recebendo opiniões de amigos, familiares e até de estranhos”, explica Aimee Grant, uma das autoras da pesquisa.

Sociedade julga as mamães, independentemente das suas escolhas

As participantes do estudo até partilharam alguns episódios caricatos. Por exemplo, durante a sua gestação, uma mãe pediu uma xícara de chá, mas o empregado se recusou a servir quando viu a sua barriga de grávida. Infelizmente, casos como esse são frequentes, porque os outros se esquecem de que as gestantes são donas do seu corpo e são capazes de tomar as suas próprias decisões.

Por outro lado, as mães são criticadas independentemente das suas escolhas: a sociedade julga as mulheres que têm filhos ou muito cedo ou muito tarde, as mães que decidem ficar em casa curtindo a cria ou preferem retomar a sua rotina profissional… Sem esquecer que muitas mulheres ainda são censuradas por amamentarem em público. Mas essas mesmas pessoas são capazes de condenar as mamães, se elas optarem pela fórmula.

Haja paciência, não?

Relacionado: Para quando você for mãe: o julgamento virá em 5 maneiras

Assista a esse vídeo, que fala sobre o sentimento de culpa das mães, uma das principais consequências de tantas críticas:

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!