Compreenda como o recém-nascido reconhece a mãe

Os sentidos permitem ao pequeno saber que estão próximos à mãe

0
841

Parece mágica, o bebê chora e para assim que a mãe pega. Essa é a capacidade que o pequeno tem de reconhecer a mãe quando ainda é apenas um recém-nascido.

O entendimento sobre as ferramentas que permitem o reconhecimento foi explorada pelo psiquiatra John Bowlby, da Grã-Bretanha. O estudioso afirmava que os sentidos ajudam no reconhecimento e criação de vínculo com os pais.

Os recém-nascidos ainda não enxergam, mas podem reconhecer e interagir com as mães logo após o nascimento.

Todos os sentidos são usados no reconhecimento. No início, a voz, o toque e o som dos batimentos cardíacos

Ao fim da primeira semana, eles já serão capazes de reconhecer o cheiro. Entre as explicações para a interação, está a possibilidade de os bebês acreditarem que são parte das mães. Ou seja, são a mesma coisa.

Tudo o que vivem nos primeiros dias de vida está ligado ao seu universo intrauterino e, somente à medida em que crescem é que terão noção da separação.

A interação inicial de mãe e filho é uma importante ponte para o futuro e ajuda a fortalecer os vínculos.

Relacionado: O que é preciso saber sobre recém-nascidos