Absorvente pós-parto: como usar e cuidados de higiene essenciais

0
244
absorvente pós-parto
Crédito: Freepik

Mulheres que já são mães sabem que os cuidados com o corpo não terminam logo quando o bebê nasce. Afinal de contas, muitas mudanças aconteceram ao longo da gestação para que o bebê pudesse ser gerado em seu ventre e, depois, tudo precisa voltar para o seu devido lugar. Sendo assim, um dos grandes aliados do conforto e da higiene da mulher é o absorvente pós-parto que vai segurar o líquido que a mulher fica eliminando todos os dias até que seu organismo volte ao normal. Saiba mais sobre esse item e sobre como funciona o pós-parto para a mamãe.

Veja também: tudo sobre cinta e sutiã pós-parto

Por que é necessário usar absorvente pós-parto?

Muitas mamães de primeira viagem pensam que, depois do nascimento do bebê e da saída da placenta, nada mais vai sair do seu corpo até que a menstruação volte a descer. Mas não é assim que funciona.

Ao longo das próximas 6 ou 8 semanas, em média, o organismo irá eliminar um sangramento chamado lóquios que contém secreções da ferida placentária, do colo do útero e da vagina. Logo nos primeiros dias é um sangramento vermelho intenso. Depois de uns 10 dias vai ficando amarelado e diminuindo a quantidade até ficar marrom e terminar.

Todo esse líquido precisa ser eliminado para a recuperação da mulher e para que seus órgãos voltem a ocupar a posição de origem. Então, assim como a mulher precisa usar o absorvente comum durante a menstruação, também precisa usar o absorvente pós-parto durante o puerpério, trocando-o a cada 4 horas em média ou conforme sentir necessidade. É uma questão de higiene e também de conforto.

Veja também: o que fazer e não fazer no pós-parto

Como fazer a higiene íntima durante o puerpério?

como fazer a higiene durante o puerpério
Crédito: Freepik

Nesse período em que a mulher fica no puerpério (período pós-parto), ela precisa não apenas usar o absorvente pós-parto para reter o sangramento expelido, mas também ter cuidados especiais com sua higiene íntima com o principal objetivo de evitar infecções, já que seu corpo ainda está bastante sensível.

A escolha do melhor absorvente e calcinha

Para se sentir mais confortável, segura e garantir a saúde, que é o que realmente importa, é recomendado que a mulher use uma calcinha de algodão de tamanho grande e escolha um absorvente pós-parto também grande. Esse tipo de absorvente já costuma ter um tamanho maior, especialmente para os primeiros dias, pois o fluxo pode ser intenso.

Mãos limpas e papel higiênico

Sempre antes e depois de manipular o absorvente pós-parto é bem importante lavar as mãos com sabonete neutro, assim como é normal após fazer xixi. Também, é melhor usar apenas um papel higiênico neutro, evitando os lenços umedecidos para evitar irritações na região genital e para mantê-la sempre sequinha.

A mulher pode também lavar a região após usar o banheiro, apenas externamente e com água e sabonete neutro, depois se secar com uma toalha limpa usada somente para essa finalidade, evitando infecções.

Os ginecologistas não recomendam a ducha íntima para limpeza interna nem mesmo para mulheres fora do pós-parto, muito menos para as puérperas, pois a lavagem interna altera o pH vaginal e a sua microbiota, aumentando o risco de infecções porque reduz as defesas do organismo. Então, faça apenas limpeza externa.

Evitar a depilação

Nessa fase de tanta sensibilidade, a mulher não tem que se preocupar com a depilação da região íntima. Seu corpo está mais propenso à dor e às infecções, então nenhum tipo de depilação é recomendado, muito menos diariamente com a lâmina que pode fazer pequenos cortes na pele e aumentar o risco de infecção por fungos ou bactérias.

Veja também: os direitos da mulher na gravidez e no pós-parto

A volta da menstruação: quando parar de usar o absorvente pós-parto?

quando usar o absorvente pós-parto
Crédito: Freepik

Como já mencionado, a média de tempo em que o lóquios termina é de 6 a 8 semanas. Nesse tempo ele vai reduzindo seu fluxo aos poucos, variando de mulher para mulher. Sendo assim, quando perceber que o fluxo está amarelado ou marrom e em menor quantidade, o tamanho do absorvente também pode ir diminuindo, já que os grandes não são dos mais confortáveis.

Mesmo assim, não quer dizer que logo a menstruação normal voltará a descer. O absorvente pós-parto será abandonado, mas se a mulher estiver amamentando, poderá não menstruar por todo esse tempo ou pelo menos pelos 6 meses em que o aleitamento exclusivo se faz necessário.

Veja também: dicas para perder peso depois da gravidez

Quando procurar o médico?

No período do puerpério, a mulher deverá estar atenta a sinais de alerta quanto ao seu sangramento. Se perceber que ele está com um cheiro forte e desagradável, se sentir muita dor no pé da barriga, tiver febre e outros sintomas incomuns, deve ir ao médico para saber se está tudo bem.

Mas é importante saber que um certo desconforto abdominal, mesmo com cólicas, é normal em especial durante a amamentação, pois o útero está voltando ao seu tamanho normal.