Conheça a acne neonatal e saiba como tratar

A acne atinge mais aos meninos, mas não é grave

0
8751

A acne neonatal surge na pele do bebê com pouco menos de um mês de idade. É mais comum em meninos que meninas e estão ligadas à liberação de hormônios da mãe para o bebê. No estágio de vida do bebê em que aparecem, estão ligadas à ingestão dos hormônios maternos pelo leite.

As bolinhas na pele do recém-nascido típicas da acne neonatal chegam a atingir 30% dos bebês. Elas são pontinhos esbranquiçados distribuídos em abundância por todo o rosto. Em algumas crianças, a acne aparece na cabeça e tórax. Alguns pequenos têm cravos pretos, semelhantes aos que atingem adolescentes.

A principal explicação para o aparecimento da acne nos bebês é a imaturidade do organismo dos pequenos. Como os poros ainda estão em desenvolvimento, não têm a capacidade de expelir os hormônios, formando os cravos.

A acne pode durar até seis meses, mas não é motivo para desespero. Nem é preciso aplicar nada na pele do bebê porque os pontinhos desaparecem sozinhos à medida em que o organismo da criança se fortalece.

“As bolinhas na pele dos recém-nascidos típicas da acne neonatal chegam a atingir 30% dos bebês.”

O médico só deve ser chamado se a acne durar mais de seis meses. De qualquer maneira, o pediatra acompanha o problema durante as consultas de rotina da criança, que devem chegar a 12 no primeiro ano de vida.

Se for muito grave, o médico encaminha o caso para o dermatologista. Há situações em que é necessário utilizar antibióticos para controlar a acne neonatal.

Atenção: Acne é diferente de brotoeja

Também caracterizada por bolinhas, a brotoeja resulta da obstrução dos canais de suor da pele do bebê. É comum bebês que vivem em áreas muito quentes desenvolverem brotoejas. Ela aparece na mesma região da acne, pelo rosto e pescoço da criança.

Embora pareça algo simples, alguns cuidados são necessários para não piorar a situação do bebê. Também é preciso atenção para evitar infecções na pele do recém-nascido.

Como tratar

  • Nunca esfregar a pele da criança;
  • Nunca espremer os cravos: isso pode causar uma infecção na pele do bebê;
  • Usar sabão neutro no banho;
  • Não esfregar a toalha ao secar a criança;
  • Limpar a pele somente com água morna;
  • Não usar produtos destinados a adultos ou crianças mais velhas;
  • Dê preferência a roupinhas de algodão.

Essa dica te ajudou? Então partilhe!