A amamentação também protege a saúde da mãe

Todo mundo sabe que o aleitamento materno é fundamental para que o bebê cresça forte e saudável. Mas a saúde da mãe também sai a ganhar!

0
48026

Uma mãe que complemente seis meses de amamentação está de parabéns! Mas então quando cumpre um ano aleitando o seu bebê? Esse é um marco a ser celebrado. O dar de mamar a um filho traz inúmeras vantagens para a saúde da criança. Isso é indiscutível. Mas você sabia que esse ato de ligação suprema entre mãe e filho também traz maravilhas para a saúde da mulher?

Estudos são claros: a saúde materna também ganha com a amamentação

Um novo estudo, elaborado por cientistas da Universidade de Hallyn, na Coreia, vem confirmar que deve ser feita uma aposta na amamentação de longa duração. Segundo o estudo, uma mãe que prolongue a amamentação por mais de um ano corre menos riscos de vir a desenvolver síndrome metabólica. Esse é o nome dado a um grupo de condições capaz de aumentar as chances de episódios cardiovasculares, diabetes ou enfarto. Um problema que, de acordo com a Associação Americana do Coração, afeta 23% da população adulta.

Já uma outra pesquisa, realizada a mando do Jornal da Saúde da Mulher, analisou 4700 mulheres em observação. Foram divididas em 4 grupos: as que amamentaram durante pelo menos 5 meses, as que amamentaram entre 6 a 12 meses, as que amamentaram entre 12 a 13 meses, e as que amamentaram até aos 24 meses. Quer saber a que conclusão chegaram esses especialistas? Que as que amamentaram pelo menos durante, pelo menos, 12 meses, têm menos possibilidades de virem a desenvolver síndrome metabólica. A hipótese de contraírem doenças associadas, como pressão arterial e níveis de colesterol elevados também é menor.

Relacionado: Dúvidas sobre amamentação? Veja essas dicas

Quanto mais tempo de aleitamento contabilizar, melhor

Quer isso dizer que a amamentação de longa duração é bem promissora!

Um gesto que vai deixar tanto a mãe como o bebê mais fortalecidos.

Infelizmente, os dados estatísticos revelam que apenas cerca de 50% das crianças é que são amamentadas até aos 6 meses de idade. Mas esse tempo de amamentação não tem de ser contabilizado de forma cumulativa. Você pode “juntar” esse tempo de amamentação por alimentando mais de uma criança. É o número total ao longo da vida que vai assegurar essa proteção. Essa duração é que se vai traduzir nos benefícios que a mãe pode sentir em sua saúde.

Além dessa vantagem de enorme importância, a amamentação traz outros benefícios para a mulher.

Assista ao vídeo para ficar sabendo mais sobre esse assunto!

Compartilhe! Ajude a quebrar os mitos sobre o aleitamento materno.