Bebê morre em acidente de carro por falta da cadeirinha

Mãe usou a rede social para colocar uma manifestação de luto pelo bebê e pedir desculpas

0
21670

Um bebê de 8 meses morreu na cidade de Campo Grande, depois que os pais ignoraram o uso do cinto de segurança, da cadeirinha e a proibição de conduzir sob o efeito de álcool.

A criança foi arremessada em direção ao para-brisa do carro conduzido pelo pai, que estava embriagado. O bebê, que tinha oito meses, estava sobre o colo da mãe, no banco da frente e não era protegido pelo cinto de segurança.

A mãe do bebê usou um banner com uma fita preta indicando luto e escreveu um texto onde pedia perdão ao filho. “Meu filho, vai com Deus. Me perdoe por tudo”, escreveu. A criança não teve hipótese de sobreviver.

Além do bebê, a irmã, de nove anos, também estava no automóvel da família no momento da batida e sobreviveu.

o automóvel era conduzido pelo pai, de 25 anos, que havia tomado o equivalente a quatro latas de cerveja

Já era madrugada quando ele e a família foram a uma conveniência do bairro onde moravam para comprar cervejas, conforme explicou o delegado João Eduardo Davanço ao site Campo Grande News.

No percurso, o motorista virou na contramão e bateu de frente com outro automóvel. O condutor do segundo carro também estava embriagado e levava uma adolescente de 17 anos que ficou ferida e precisou de atendimento hospitalar.

A colisão foi agravada pela distração do motorista, pai do bebê. Ele manejava o som do carro e perdeu o controle da direção. Segundo o delegado, o teste do bafômetro realizado nos dois motoristas comprovou a ingestão de álcool acima do limite permitido por lei.

Os dois motoristas foram presos, mas liberados depois do pagamento de fiança. O pai do bebê chegou a ser escoltado por policiais para acompanhar o velório da criança.

Confira como e até quando deve ser utilizada a cadeirinha do bebê:

Relacionado: Menina de 3 anos morre em acidente por não usar cadeirinha