Bebê Recupera de Lesão Cerebral por causa do Leite Materno

0
1283

Todas as mães sabem o quanto é importante amamentar o filho nos primeiros meses de vida. Para Trisha Long Bell, uma cidadã norte americana, a importância do leite materno foi além do desenvolvimento do bebê, ele ajudou a salvar a vida do seu filho.

Além de ser um contato muito especial entre a mãe e o bebê, o leite materno é rico em nutrientes essenciais para o bebê crescer saudável.

Ele serve para reduzir cólicas, prevenir anemias, evitar diarreia, fortalecer o sistema imunológico, entre outras coisas. Para além disso pode salvar vidas.

O Caso de Trisha Bell

Trisha sempre sonhou em ser mãe e via seu sonho se tornar impossível quando teve que passar por 7 abortos espontâneos, porém, depois de muita luta e muita espera seu milagre aconteceu e nasceu seu primeiro filho que recebeu o nome de Urijah.

Mas os problemas continuaram e Trisha só conseguiu amamentar seu filho por 3 meses.

Como queria ter mais filhos, Trisha continuou tentando engravidar novamente e meses depois descobriu que teria mais um menino, porém, dessa vez teve complicações no parto e o pequeno Ezrah nasceu morto.

Os médicos não desistiram do pequeno e após 11 minutos tentando conseguiram ressuscitar Ezrah, contudo a falta de oxigênio ocasionou uma lesão cerebral e ele precisou ficar ligado em aparelho para poder continuar vivendo.

Após receber a notícia que seu bebê não teria uma vida saudável por conta do problema que aconteceu no seu nascimento uma onda de tristeza apoderou da vida da mãe.

Ela precisava de forças para enfrentar esse momento difícil e mesmo contra a vontade dos médicos decidiu que os aparelhos não seriam desligados.

Trisha rezou muita e fez a única coisa que uma mãe poderia fazer naquele momento para ajudar o filho, ela o amamentou, mesmo não sabendo a importância do seu leite para aquele bebê indefeso e doente.

A americana amamentou o filho por 14 semanas e após esse período ela disse: “O meu leite ajudou na cura da lesão. Eu sei. O corpo das mulheres têm essa capacidade fantástica de dar tudo pelos nossos filhos. Estamos conectados com eles para o bem e para o mal”.

Podemos concluir com a bela história de Trisha que o leite materno juntamente com a fé de uma mãe desesperada por ver o filho tão pequeno precisando de aparelhos para sobreviver, pode fazer milagres.

A história marcante de Trisha e seu segundo filho foi escrita e eternizada em uma imagem que se tornou muito importante para essa mãe lutadora que não desistiu do filho. Sua história serve de inspiração para muitas mães que também estão passando pelo mesmo.