16 boas razões para amamentar

Você e seu filho vão agradecer!

0
1326

Apesar de amamentar ser natural, não é tarefa fácil. É necessário empenho, persistência e amor. Tanto você como seu bebê ganham muito com isso. Vamos focar nas 16 coisas boas para dar peito ao seu bebê e deixar as menos boas para depois.

1. O leite materno tem todos os nutrientes e sais minerais que um bebê necessita. A Organização Mundial de Saúde defende que o período de amamentação exclusivo deve ir até os 6 meses de idade, o que significa que é um super alimento para seu bebê.

2. Ao mamar até aos seis meses, a saúde dos bebês fica reforçada: menos provável ter asma, artrite reumatoide, vírus e bactérias gastrointestinais, porque recebem no leite materno uma proteína que protege.

É importante para o sistema imunológico do seu bebê

3. Para além dessa proteína, tem uma molécula (PSTI), que protege o intestino delicado, e ainda em fase de adaptação, dos recém-nascidos.

4. Quando as crianças nascem prematuras, o ômega 3 do leite materno (que depende da alimentação da mãe), dá uma ajuda importante no seu desenvolvimento inicial.

5. Não precisa se preocupar se está quente ou frio, não precisa preparar. Está sempre pronto para ser bebido, sempre que seu bebê sentir fome.

6. Natural e fácil de ser digerido, o que significa que causa menos cólicas para o neném.

7. É importante para o sistema imunológico do seu bebê, prevenindo alergias e diminuindo a probabilidade de obesidade infantil.

8. O posicionamento correto na amamentação e a sucção contribuem para a boa formação da arcada dentária da criança.

Relacionado: Dúvidas sobre amamentação? Veja essas dicas

9. Enquanto a mãe amamenta, ela para, descontrai e usufrui do momento em que a relação mãe-filho se estreita. Sente-se realizada por saber que seu filho está bem. Certamente sua criança irá relacionar-se melhor socialmente.

10. A amamentação ajuda a mãe a recuperar a forma e emagrecer, pois são consumidas muitas calorias.

11. Melhora problemas como a anemia da mamãe, evitando sangramentos pós-parto descontrolados.

12. Ajuda a que o útero volte ao normal após o parto, sendo por isso normal sentir ligeiras contrações quando se está amamentando.

13. Um estudo de especialistas do Unicef, publicado na revista médica britânica Lancet, diz que mulheres que amamentam seus bebês reduzem taxas de câncer de mama e ovário.

14. Um outro estudo publicado na American Journal of Obstetrics constata que amamentação reduz a probabilidade de a mãe ter doenças cardíacas e diabetes, incluindo mães que tiveram diabetes gestacional na gravidez.

15. Uma vantagem enorme é que é gratuito e muito prático e não causa problemas ao meio ambiente. Imagine se aconteceria um imprevisto como ficar fechada algumas horas num elevador… Fome ele não passaria!

16. Estudo mostra que as mulheres que amamentaram até 1 ano têm menos 10% de probabilidade de ter doenças cardiovasculares, em comparação com as mães que não chegaram a amamentar. O estudo foi feito pela Universidade de Pittsburgh, Estados Unidos, em que foram analisadas 140 mil mães, com média de 63 anos.

Confira no vídeo como amamentar é muito mais do que alimentar: