Canela provoca aborto?

Saiba qual a quantidade de canela pode ser perigosa para a grávida

0
14716

Mulher quando engravida fica logo cheia de dúvidas. O que eu posso comer, o que não posso comer, o que é melhor para o meu bebê? A canela, entre outros produtos, tem criado confusão. Vamos tentar dar mais informação sobre esta especiaria.

Veja se vai poder comer bolo de maçã e canela, que você adora, ou colocar aquele pozinho no seu leite pela manhã, para dar um gosto diferente.

Prós e Contras da Canela

Ajuda a combater a diabetes gestacional – reduz problemas relacionados com a insulina, e portanto aquele problema tão comum e chato como é a diabetes gestacional; Mas ATENÇÃO: é melhor ter cuidado com a quantidade. Um pouquinho nas sobremesas, doces ou sucos a gosto são o que basta.

Se reparar, qualquer prato de culinária, doce ou não, é confeccionado com uma porção reduzida de canela, em pau ou pó, pois é só para dar sabor ou aroma. Aquilo que a canela possa ter de prejudicial é quase inexistente em tão poucas quantidades. Vários estudos e médicos desdramatizam e consideram que a canela na gravidez não provoca problemas.

No caso de usar a canela em chá, como é mais concentrado pode haver um perigo maior. Este chá feito com o pau de canela pode ativar as contrações do útero.

“A canela, entre outros produtos, tem criado confusão.”

Não havendo estudos científicos que atestem que será seguro consumir a canela de qualquer forma, na dúvida, o melhor é mesmo evitar o chá de canela ou outras receitas com grande concentração de canela, normalmente quando é fervida na água por alguns minutos.

Estimula a circulação sanguínea e pode levar ao aumento do batimento cardíaco. Causa desconforto na grávida, mas não causa qualquer problema no bebê ou na gestação. Mas tenha cuidado, novamente, com a quantidade consumida!

Mas segundo alguns estudos a quantidade ingerida teria de ser enorme, mais do que o consumo habitual de uma pessoa, para ser realmente prejudicial.

Assim como com o uso de medicamentos durante a gestação, o melhor mesmo é consultar sempre o seu médico que a poderá aconselhar melhor. Mas, para já, ficou a saber que as quantidades reduzidas não causarão problemas de aborto. Quanto aos chás, será melhor prevenir e optar por camomila ou erva-cidreira.