Chás na gravidez: pode ou não pode?

0
3393

A gravidez é sem dúvida um dos momentos mais importantes da vida de uma mulher, sendo um sonho para a maioria delas.

Porém nesse período o organismo da mulher passa por muitas mudanças, assim como os processos químicos relacionados à sua saúde e a saúde do feto devem ser observados.

Os chás são considerados grandes vilões nesse período, pois crendices que induzem a pensar que todos os chás são abortivos levam as mães a entrarem em desespero só de pensar em tomar qualquer tipo de infusão, chá ou qualquer coisa parecida.

No entanto, nem todos os chás são prejudiciais a gravidez, e alguns tomados com moderação podem até ser benéficos.

Chás que a grávida pode tomar

O chá preto contém cafeína, agindo como estimulante. Esta erva também é rica em antioxidantes, melhorando o funcionamento do organismo.

Uma xícara de chá preto por dia não prejudica a gravidez, mas três ou mais xícaras pode aumentar o risco de aborto.

O chá de hortelã reduz a azia e a ansiedade que costumam aumentar durante a gravidez, sendo esta erva recomendável se for consumida de forma moderada.

O consumo de chá de hortelã é vetado na lactância, já que reduz a quantidade de leite.

O chá de gengibre se feito com apenas uma fatia pequena de gengibre pode sim ser consumido por grávidas. Este chá pode ser bastante útil, pois combate o enjoo, que é muito comum durante a gestação. Não esqueça que este chá deve ser tomado de forma moderada, pois pode aumentar a pressão arterial.

Outros recomendáveis para gestantes são: chá de casca de abacaxi e da maçã que podem trazer muitos nutrientes para o bebê, chá de camomila por ser um excelente calmante natural e o chá de erva doce,que ajuda na digestão e na produção de leite.

Chás proibidos durante a gravidez

O chá de canela é um dos chás mais perigosos para grávidas, pois pode causar constrição sanguínea e a contração dos músculos do útero.

Os chás de arruda, cipó-mil-homens, erva-de-bicho, buchinha do norte, confrei, espirradeira, melão-de-são-caetano, erva-de-santa-maria, pinhão-de-purga ou pinhão-paraguaio, poejo, losna, de cascara sagrada, romã, guaco, cavalinha, sene e arnica são também totalmente proibidos durante a gravidez, pois podem causar até mesmo o aborto.

Outros chás que podem fazer mal durante a gravidez são: Chá de Erva de São Cristóvão, Chá de Cavalinha, Chá de Ginseng, Chá de Verbena, Chá de Babosa, Chá de Ulmária, Chá de Rosa de Damasco, Chá de Viburno, Chá de raiz de Angélica, Chá de Hidraste, Chá de Salgueiro-branco, Chá de Zimbro, Chá de sementes de Aipo, Chá de Erva de São João, Chá de Sálvia, Chá de Agnocasto, Chá de Uva-ursina, Chá de Hissopo, Chá de Arália, Chá de Alfazema, Chá de Levístico, Chá de Agripalma, Chá de Tanaceto etc.