Chupeta: por que deve evitar oferecê-la ao bebê?

A chupeta provoca problemas nos dentes, músculos e crescimento da face.

0
7697

A chupeta faz parte do processo natural de desenvolvimento das crianças, mas será mesmo necessário oferece-la para seu filho? A fonoaudióloga clínica Camila Di Ninno esclarece estas e outras dúvidas sobre a chupeta em crianças pequenas.

A importância da chupeta para o bebê

Se o seu filho se alimenta de leite materno, ele já suca o peito da mãe, então não há necessidade de oferecer chupeta, pois esta pode ser prejudicial para a criança. Mas se reparar que seu filho chupa no dedo, ai a chupeta pode ser a solução temporária.

Mas se o bebê apenas brinca com as mãos e coloca o dedo na boca porque está a descobrir o seu corpo nos primeiros meses de vida, ai a chupeta não é necessária. Não deve oferecer uma chupeta apenas porque a criança está a chorar, porque certamente o problema de seu filho não é a falta da chupeta, uma vez que, ele nem conhece este objeto.

Chupeta pode causar problemas, como minimizá-los?

Opte por chupetas com o bico mais achatado, as chamadas ortodônticas. E seu filho deve ter apenas uma chupeta disponível, perceber que se não quiser aquela não existe outra.

É importante que apenas ofereça a chupeta para acalmar a criança ou na hora de dormir. E após o bebê adormecer, retire a chupeta da boca e guarde-a, pois ele não deve permanecer toda a noite com ela na boca. Também é comum as crianças deixarem cair o objeto ou cuspi-la ao longo do dia, depois de uma crise de choro, não a volte a oferecer.

Relacionado: Rotina para o bebê dormir melhor a noite

A criança vai crescendo e a utilização da chupeta deve ser cada vez mais restrita, apenas na hora de dormir. Também não é aconselhável utilizar a chupeta pendurada na roupa do bebê, pois assim ela está acessível a qualquer hora.

Utilizar a chupeta indiscriminadamente pode causar problemas nos dentes, nos músculos e no crescimento da face.

Além disso, o uso abusivo da chupeta pode causar problemas na fala, pois a criança habitua-se a não usar a ponta da língua para prenunciar letras como L ou R. E como evitar o problema? Se seu filho começou a falar, retire a chupeta para que ele pronuncie corretamente as palavras. Não se esqueça que a chupeta não faz parte do desenvolvimento da criança e alguns bebês não chegam a chupar, pois o peito materno é suficiente.

A chupeta deve ser retirada aos poucos e crianças com idade igual ou superior a 3 anos não têm mais necessidade de chupar.

Crianças devem largar a chupeta entre os 2 e os 3 anos.

Qual a melhor forma de seu filho largar a chupeta?

Não existe uma equação que funcione com todas as crianças, pois isso depende das necessidades da criança e da utilização da chupeta. Quanto menos utilizar mais fácil será retirar!

Crianças com 2 ou 3 anos já compreendem que a chupeta prejudica seus dentes e é ‘coisa de bebê’ e nenhuma criança quer ser tratada como bebê. Pode combinar com seu filho de largar a chupeta no dia do seu aniversário ou no dia da criança. Outra alternativa é trocar a chupeta por um presente ou fazer um furo na chupeta para ela deixar de ser gostosa para a criança.

Mas antes de avançar para este passo, tenho atenção ao que a chupeta representa para seu filho e que está na hora certa para a retirar, pois os primeiros dias sem chupar não serão fáceis para o mais pequeno. Mas juntos vão conseguir superar esta etapa!