Como criar um menino: 16 regras que todos os pais devem saber

0
39415
saiba como criar um menino
Crédito: Pixabay

O chamado à paternidade normalmente modifica um homem para sempre. Quando um indivíduo se torna pai, ele passa a enxergar a vida com outros olhos. Se o filho é homem, então, o significado de tudo isso passa a ser ainda maior. E é papel do pai saber como criar um menino para que futuramente ele se torne um homem de verdade.

Querendo ou não, a presença paterna tem um impacto muito forte na vida de um menino. Afinal, esse é o primeiro e mais próximo modelo de homem que a criança tem. Ela vai querer imitar todas as atitudes e ações do pai. O menino vai se espelhar no caráter e no perfil de seu primeiro herói e, obviamente, vai querer ser como ele quando crescer.

16 regras que os pais devem saber sobre como criar um menino

Infelizmente nem sempre os pais entendem a importância de sua presença na criação dos filhos. Eles não compreendem que tudo que fizerem, de alguma forma, vai refletir no desenvolvimento do menino. As coisas positivas e negativas farão parte da vida da criança do mesmo jeito. Por isso veja abaixo X pequenas lições que os pais precisam saber quando se tornam pais de meninos.

1. Demonstre amor

os segredos sobre como criar um menino
Crédito: Pexels

O menino aprende a amar da forma como o pai ama. Ele enxerga a maneira como o pai demonstra seus sentimentos e replica tanto na infância quanto na vida adulta. Por isso seja amável com a mãe dele, com ele, mas também com os vizinhos, os parentes, os amigos, o porteiro. Seja gentil.

2. Ensine coragem

Quando são pequenos, os meninos confundem os sentimentos e sensações. Para eles, ser corajoso é não ter medo de nada, é ser durão, é não chorar nunca. Mas você, como adulto que é, sabe que ter coragem é justamente o oposto. Ensine seu filho a ter coragem de assumir seus sentimentos, não importa quais sejam eles.

3. Compartilhe segredos

Dividir impressões, informações e vivências aumenta a intimidade de pai e de filho. Dê espaço para que ele conte sobre suas experiências e responda às suas dúvidas. Falem sobre as expectativas e os sonhos que ele tem. Conte sobre você e sobre como se sentia no lugar dele. Crie um laço de amizade com seu filho.

4. Ensine boas maneiras


Nem sempre dá para ser um amigão. É importante saber discernir quando é preciso ser pai e ensinar e cobrar algumas regras. Principalmente aquelas que envolvem manter uma boa convivência entre as pessoas.

5. Leve-o a um jogo de futebol

Esse é um ótimo programa para estreitar os vínculos. Pague ao menino um refrigerante, um cachorro-quente e mostre a ele um pouco de suas paixões.

6. Deixe claro que às vezes é melhor deixar para lá

Nem sempre a melhor decisão é entrar em conflito. Muitas vezes, aliás, o melhor é silenciar e não entrar em uma batalha desnecessária.

7. Ensine seu filho a escolher suas batalhas

Às vezes, ok, será preciso batalhar. Mas é preciso ser sábio e escolher suas batalhas. Lembre o garoto que as pessoas costumam ser más e mesmo perigosas, por razão nenhuma. Explique que a melhor defesa não será sempre o ataque.

8. Incentive a pagar alguns micos


Os meninos costumam ser mais fechados na infância e têm muito medo do julgamento alheio. Em outras palavras, eles não gostam de passar vergonha. Mas é bom de vez em quando bancar o ridículo. Incentive esse lado e, se possível, acompanhe-o nesses momentos embaraçosos.

9. Partilhe seus gostos musicais

Você também vai ser uma das primeiras influências musicais dele. Então se divirta mostrando o que você ouvia em sua infância. Descubram canções novas juntos e, inclusive, criem uma playlist que fale sobre como é a relação pai e filho de vocês.

10. Deixe-o ganhar. Mas só às vezes.

Você o ensinou a jogar xadrez e ele adorou. Toda semana ele leva aquela sofrida derrota. De vez em quando deixe-o ganhar. Dê a ele a esperança e a certeza de que consegue ser grande.

11. Explique o que é família

A família é uma das coisas que vale a pena lutar com unhas e dentes sempre. Além de explicar isso a ele, mostre com atitudes que ele é uma das coisas mais importantes para você.

12. Escute sempre

Dê ouvidos ao que ele tem para falar. Por mais insignificante que seja. Se ele não tiver certeza de que você o escutará na infância, provavelmente não vai partilhar nada quando for mais velho.

13. Seja ativo nas tarefas domésticas


As tarefas domésticas não são obrigação ou papel das mulheres. Um lar é uma comunidade, e em uma comunidade todos dividem as tarefas. Portanto faça seu papel! Limpe, cozinhe, passe a roupa, cuide de seu filho. Isso terá um impacto muito positivo quando ele chegar à fase adulta.

14. Não fale, faça!

Os filhos irão seguir suas atitudes, não suas palavras. Até porque muito cedo as crianças aprendem que palavras são vento. Portanto marque a memória de seu filho com ações.

15. Ensine-o a respeitar as mulheres

Não é a mãe que tem que ensinar a respeitar as mulheres, é o pai. Explique desde cedo que ele precisa ser educado, respeitador, gentil e delicado com elas. Não só com a mãe, com a irmã ou com a futura namorada, mas com todas. Ensine que o corpo de uma mulher pertence somente a ela.

Aliás, esse é um ótimo momento para falar sobre consentimento e sobre o significado de receber um não. Não crie um homem machista, que trata as mulheres com violência, como se fossem propriedade dele. Crie, sim, um menino feminista.

16. Seja seu herói

De qualquer forma, independente do que fizer, você será um herói para ele. Mas certifique-se que seu filho não enxerga o Batman, o Homem de Ferro ou o Homem-Aranha. Certifique-se que ele enxerga o Papai. Um homem real, com falhas, defeitos, mas que fará de tudo para ser o melhor pai do mundo para ele.