Cuidados com recém-nascido: 20 dicas para vencer os primeiros meses

Como cuidar do seu recém nascido, passo a passo, nas primeiras semanas

0
22129
como cuidar de seu recém-nascido 20 dicas
Crédito: Pxhere

Cuidados com recém-nascido podem ser cansativos. Você fica preocupada se está fazendo a coisa certa, o que é normal, mas saiba que essa tarefa não é nada complicada ou impossível de fazer. Aos poucos você vai pegando o jeito e acaba descobrindo que seu bebê é mais resistente do que parece.

Eles exigem alguns cuidados especiais que irão refletir depois em seu desenvolvimento na infância e mesmo na adolescência. Por isso esteja atenta a algumas dicas básicas para que a saúde de seu bebê esteja em dia e você possa se preocupar menos.

Recém-nascidos e os cuidados exigidos

como cuidar de um recém-nascido dicas
Crédito: Pixabay

Cuidar de um recém-nascido é um desafio fascinante e requer carinho e paciência, com o bebê e consigo mesma. Veja agora cada pontinho importante para saber o que fazer com seu neném.

1. Como cuidar dos olhos

Fique tranquila que é absolutamente normal que seu bebê nasça com os olhinhos inchados. e pode ocorrer também um pouquinho de secreção. Para limpar, use apenas uma bolinha de algodão umedecida em água fervida já fria, sempre com movimentos de dentro para fora.

Ou seja, molhe o algodão na água já fria, esprema um pouco para não escorrer água para a orelha e limpe do cantinho, perto do nariz, para fora. Lembre de fazer o teste do olhinho!

2. Como cuidar das orelhas

Nada de cotonete de adulto na orelhinha do seu bebê, pois eles podem machucá-lo. Existem cotonetes bem delicados para o bebê, com a ponta pequena e uma base mais larga. Se optar por utilizar, escolha esses. Na hora do banho, não deixe cair água nas orelhas, pois pode ocasionar infecções severas, causando muito desconforto para seu bebê

O teste da orelhinha vai te mostrar como está a audição do bebê e é fundamental que seja feito. Caso haja alguma limitação, você poderá tomar as providências logo cedo.

3. Como cuidar da língua

Sabia que a língua pode mostrar muito sobre a saúde do corpo? Analise sempre a coloração e a textura dela. Se tiver gruminhos brancos, é sinal de que alguma coisa não está bem, podendo ser até mesmo o temido sapinho. Tenha atenção e faça também o teste da linguinha.

4. Teste do pezinho

Nem pense em deixar esse exame de lado, até porque é só uma picadinha no calcanhar e pronto. O teste do pezinho pode detectar logo cedo algumas doenças congênitas em bebês recém-nascidos antes mesmo delas se manifestarem, como por exemplo:

  • Fenilcetonúria;
  • Hipotireoidismo congênito;
  • Anemia falciforme;
  • Hiperplasia adrenal congênita;
  • Fibrose cística;
  • Deficiência de biotinidase;
  • Galactosemia;
  • Toxoplasmose Congênita;
  • Deficiência de glicose-6-fosfato desidrogenase;
  • Sífilis congênita;
  • Aids;
  • Rubéola congênita;
  • Herpes congênita;
  • Doença do citomegalovírus congênita;
  • Doença de chagas congênita.

Esse teste deve ser realizado antes da primeira semana de vida, então já deixe a bolsa pronta para sair!

5. Como cuidar do umbigo do recém-nascido

Para que o pedacinho de cordão umbilical seque e caia, é importante deixar a região sempre bem seca e livre de microrganismos nocivos. Basta limpar uma vez ao dia e evitar o contato com mãos e brinquedos não higienizados. Para limpar o umbigo do bebê, faça o seguinte:

  • Durante o banho, lavar delicadamente com sabonete neutro.
  • Secar com a toalha fralda limpa ou, preferencialmente, com gaze. Evite o algodão, pois ele deixa fiapinhos.
  • Com uma gaze ou cotonete comum, aplique em toda a região do umbigo e no coto (aquela pontinha que sobra), álcool 70° e deixe aberto.
  • Evite colocar gazes, curativos, faixas e até mesmo a fralda por cima do coto, para que ele possa ficar sempre seco.
  • Ao sinal de inchaço anormal ou secreção, entre em contato imediatamente com um pediatra.

O coto cai entre 7 e 15 dias, mas não se preocupe com o tempo e sim com a aparência dele. Se estiver escurecendo, secando, sem brilho ou secreção, não avermelhado, está tudo ok. Lembre-se de sempre consultar o pediatra!

6. Como dar banho no bebê

dar banho no recém-nascido
Crédito: Pixabay

Ah, essa é a hora da verdade para muitas mães! Mas não se preocupe, pois, por mais que seja trabalhoso, não é difícil de se fazer. Veja o passo a passo:

Preparação antes do banho

Há todo um ritual que deve ser levado em conta antes do banho. Todo passo é importante!

  1. Nas primeiras semanas, um banho por dia basta.
  2. Escolha os horários mais quentes do dia, como perto do almoço.
  3. Escolha um ambiente sem correntes de ar e perto de onde ele será vestido.
  4. Deixe absolutamente tudo organizado antes do banho. Você não vai poder deixar o bebê sozinho para buscar uma fralda, por exemplo.
  5. Abra a toalha felpuda no trocador, na cama ou onde você veste o bebê.
  6. Ao lado coloque duas fraldas descartáveis.
  7. Coloque também a roupa completa, com meias e sapatinhos. Escova, pomada para assaduras e outros acessórios também – se possível, evite o talco.
  8. Deixe a caixa de curativos ao lado, para tratar o umbigo.
  9. Reserve o xampu e o sabonete ao lado da banheira.
  10. Prepare a banheira com água morna, na temperatura de 36° C. Se não tiver um termômetro, utilize seu pulso para sentir se está adequada.
  11. Tire a roupa do bebê e limpe bem toda a região da fralda com bolinhas de algodão umedecidas em soro.
  12. Coloque a toalha fralda no ombro, para envolvê-lo ao final.

Passo a passo durante o banho

Chegada a hora do banho, chega também a hora dos maiores cuidados. Siga direitinho o passo a passo e tudo dará certo.

  • Apoie a cabeça, tampando os dois ouvidos com seus dedos polegar e mínimo.
  • As costas ficarão apoiadas no seu antebraço.
  • Lave primeiro o rosto com água pura.
  • Jogando água de cima para baixo, lave o cabelo, massageando levemente o couro cabeludo, para retirar qualquer gordurinha. Se ainda estiver soltando bastante, pode passar o pente para retirar dos fios.
  • Lave todo o corpinho, inclusive entre os dedos, dobrinhas e axilas.

Passo a passo para depois do banho

Depois do banho os cuidados continuam, pois o recém-nascido não pode de jeito algum ficar molhado, por exemplo!

  • Terminado o banho, retire seu bebê da água delicadamente e envolva-o na toalha fralda que está no seu ombro.
  • Leve para o local que foi preparado e o coloque sobre a toalha felpuda.
  • Seque todo o corpinho com a toalha fralda, principalmente as dobrinhas, entre os dedos e na região genital.
  • Coloque a parte de baixo da fralda, sem fechar – isso vai te economizar muitos cueiros.
  • Agora limpe o umbigo conforme explicado acima ou segundo a orientação do seu pediatra.
  • Lembre que o álcool tem um toque gelado, então é normal se seu recém nascido fizer xixi – por isso é importante colocar a fralda por baixo.
  • Passe a pomada contra assaduras e feche a fralda.
  • Coloque a roupinha e arrume de acordo com seu estilo.

Dicas extras para o banho

  • Não passe o sabonete diretamente no corpo do bebê, faça a espuma na sua mão e depois o lave com ela;
  • Não leve seu bebê para locais com correntes de ar depois do banho, espere que sua temperatura se normalize;
  • Nunca atenda telefonemas, campainha ou deixe seu bebê sozinho na banheira ou trocador;
  • Troque sempre a fralda. Recém nascido suja muita fralda mesmo, nada de economia aqui! Se você tiver uma menina, lembre de limpar sempre de cima para baixo, para evitar infecções.

7. O dilema da chupeta

evitar dar a chupeta cuidados recém-nascido
Crédito: Freepik

Seu bebê não precisa de chupeta, então, se possível, evite seu uso. Mas se você quer mesmo oferecer a ele, compre uma ortodôntica, para evitar maiores danos à estrutura bucal.

O mesmo vale para as mamadeiras. O bico mais recomendado é o de silicone, pois sua transparência permite que qualquer sujeirinha seja notada com mais facilidade. Lembrando que no caso da chupeta, ela deve permitir a ventilação e acompanhar a curvatura do rosto.

8. Como lavar as roupinhas do recém-nascido

Lave sempre manualmente, com água morna e sabão neutro. Enxágue ao menos 3 vezes e não use amaciantes, já que eles podem irritar a pele do bebê. Deixe secar em um varal próprio para suas roupinhas, desinfetado com álcool e passe todas as peças antes de guardar.

9. Vacinação

No Brasil algumas vacinas são obrigatórias e muitas são distribuídas gratuitamente nos postos de saúde, além de serem solicitadas quando ele for se matricular na escola. Então, mesmo que você opte por uma linha de não vacinação, essas terão que ser dadas.

O Cartão de Saúde da Criança será dado no posto de saúde. Ele acompanha uma tabela para que o pediatra anote o peso e a altura em cada visita. Isso permite analisar a curva de crescimento e peso, bem como a tabela de vacinas. Leve esse cartão sempre com você quando for ao pediatra e nas campanhas contra a poliomelite.

10. Como é o sono do recém-nascido

O recém-nascido dorme cerca de 21 horas por dia, portanto aproveite para descansar quando ele estiver dormindo, porque logo acaba. Nunca deixe o bebê dormir de barriga para baixo ou para cima. A posição ideal é de lado, para evitar sufocamentos no colchão ou para não engasgar.

É importante também que ele tenha arrotado antes de deitar. Não coloque ursinhos ou almofadas que ele alcance, pois ele pode agarrar e se sufocar com eles. Se quiser, faça um rolinho com o cueiro e coloque em suas costas, para que ele fique de lado, sem virar. É importante sempre trocar o lado que ele deita, pois sua cabecinha ainda está em formação.

11. Ida ao pediatra

Já na maternidade, ele terá o acompanhamento de um pediatra e você terá muitas orientações. Uma consulta com 7 dias de vida é fundamental, principalmente para analisar o coto, por isso anote todas as dúvidas antes de ir e aproveite para entender como tudo funciona. Normalmente, durante os primeiros 6 meses, a consulta é mensal.

O pediatra vai fazer um exame geral, testando os reflexos do bebê, conferindo o peso, diâmetros e altura. Dúvidas sobre amamentação e cuidados com seus seios podem e devem ser tiradas.

12. Choro do bebê

choro de recém-nascido o que significa
Crédito: Pxhere

Não se preocupe que com o tempo você vai saber diferenciar cada chorinho do seu bebê. Lembre que a adaptação a essa nova vida não é muito fácil para ele, então ter o carinho e a paciência da mamãe pode fazer toda a diferença em sua vida.

Veja se a fralda está seca, se ele está com frio ou calor, se está com fome, se a barriguinha está dura com gases, se precisa arrotar ou se quer somente se sentir seguro e acolhido. Fazer uma trouxinha bem justa pode deixá-lo mais confortável.

13. Cólica em recém-nascido

É muito comum que o bebê apresente cólica nas primeiras semanas, então não se preocupe tanto. Existem remédios, massagens, técnicas e outras orientações que seu pediatra vai lhe orientar, caso necessário.

Tenha paciência e tente acalmar seu bebê. Evite alimentos que possam causar gases, como o feijão, batata-doce e outros, optando por uma alimentação mais leve e saudável. Se seu bebê está chorando muito e apresenta falta de apetite, vômitos fortes e febre, procure rapidamente o pediatra.

14. Como tratar a febre no bebê

Se seu bebê estiver quentinho e não for por excesso de roupas no calor, meça sua temperatura com um termômetro na axila. Sua temperatura normal é de 36,5°C; se estiver acima disso, busque imediatamente orientação do seu pediatra.

15. Evite passear com o recém-nascido durante o primeiro mês de vida

Durante o primeiro mês o bebê deve sair apenas para ir ao pediatra. O ambiente externo pode estressá-lo demais, além de haver riscos diretos à saúde do pequeno.

16. Dê banhos de sol

Os banhos de sol, no entanto, são mais que recomendados. De 10 a 15 minutos por dia é mais que suficiente. Prefira os primeiros horários da manhã ou os últimos da tarde, pois a pele do recém-nascido é muito delicada.

17. Mantenha um ambiente de paz e tranquilidade

O bebê sai do conforto, da segurança e da paz do útero para a vida. Portanto mantenha o ambiente do lar da mesma forma, principalmente durante o sono e a amamentação.

18. Cuidado com as visitas

Casa lotada para visitar o bebê? Esqueça! Os médicos recomendam o mínimo de pessoas em volta do recém-nascido nos primeiros dias de vida. Se o visitarem, que seja 15 minutos por dia e poucas pessoas. Certifique-se de que as pessoas lavaram a mão antes de tocar no pequeno.

19. Estimule a amamentação

Pode ocorrer de o bebê não querer mamar ainda na maternidade, embora isso seja o ideal. Ainda assim procure estimular a amamentação, pois esse será o único alimento dele por vários meses.

20. Cuide também de você

Seu bebê não será saudável se você também não for. Não esqueça de cuidar de sua saúde, tanto física quanto mental. A mãe é parte fundamental no crescimento saudável do recém-nascido.

Como é ser mãe de um bebê-recém nascido

cuidado com bebê mãe e filho
Crédito: Pxhere

Com certeza você vai investir muito do seu tempo para o cuidado do seu bebê. Mas fique tranquila pois será o melhor investimento da sua vida. O cansaço vai aparecer, mas o prazer de ver o primeiro sorriso, as primeiras palavras, o primeiro passo será infinitamente maior.

Frustrações irão acontecer. Irá surgir ansiedade em momentos onde a solução parece demorar, além de angústia e muito sono.

Compreenda a si mesma e não se cobre demais. Ninguém nasceu sabendo ser mãe, então sem culpas!

Amamentar é maravilhoso, mas só depois que se pega o jeito. Até lá, paciência, pois você consegue. O mais importante é curtir esse momento com seu bebê. Veja algumas dicas para as primeiras mamadas. Depois fica tão automático que você nem vai se lembrar delas.

Como amamentar um recém-nascido

Nada de plateia. Coloque todo mundo para fora do quarto. Se quiser a companhia de alguém, tudo bem, mas deixe isso claro. Suas vontades é que contam nesse momento. Saiba que existem várias posições para amamentar, mas talvez seja melhor começar pela clássica. Veja um passo a passo:

  1. Limpe o bico com soro fisiológico antes e depois de cada mamada durante os primeiros dias.
  2. Coloque seu bebê em frente a você. Sua mão estará na fraldinha, o corpo dele ao longo do seu antebraço e a cabecinha também, quase na sua dobra do cotovelo.
  3. Fiquem barriga com barriga.
  4. O recém-nascido tem um reflexo natural de abrir a boca quando algo encosta na sua bochecha, então fique tranquila que ele vai pegar o peito.
  5. Para que ele não engula muito ar e para não machucar seu mamilo, é importante que a boquinha pegue não só a pontinha, mas toda a auréola.
  6. Deixe que ele mame à vontade e coloque logo em seguida para arrotar, apoiando seu corpinho sobre o ombro, sempre com uma toalha fralda.

Veja o passo a passo no vídeo abaixo

Não se preocupe que ele vai pedir quando estiver com fome e parar quando estiver satisfeito. É importante que você descanse sempre que seu bebê tirar uma soneca, para que a produção de leite não seja prejudicada. Se alimentar bem, evitando alimentos que possam dar gases em você e no bebê também é fundamental.

Muito mais importante do que dicas para cuidar de um recém-nascido é sua relação com o bebê. Ela deve ser a mais íntima, afetuosa possível. Ser mãe é uma entrega incondicional e verdadeira, baseada em amor puro. Saiba que você sempre saberá como agir da melhor maneira, pois a ligação entre seu amor de mãe e seu bebê é maior do que tudo.

Fonte: Drauzio Varella e WebMD