Como é feito o Toque na Gestação

0
1911

O exame do Toque é algo que preocupa muitas gestantes, principalmente, as de primeira viagem. A culpa é de alguns mitos e partilha de experiências de amigas e familiares.

Apesar de ser incómodo, o exame de toque é fundamental na reta final da gestação. Através deste exame é possível avaliar uma série de coisas como a dilatação e a espessura do colo do útero.

Através do toque o médico avalia ainda a posição do bebe. A experiência do médico pode detetar vários problemas através deste exame e a determinar a melhor forma de os tratar

Como é feito o exame do toque?

Antes do trabalho de parto

Esta é uma dúvida de muitas gestantes. A verdade é que o toque é algo bastante intimo que pode causar algum constrangimento. O ideal é ser feito por uma médica ou médico de confiança.

Mesmo sendo desconfortável e até doloroso é preciso ter em mente que é algo que pode ajudar a detetar problemas o mais brevemente possível.

O toque é feito com a grávida deitada de costas com as pernas abertas, deve ficar com os joelhos dobrados. O médico obstetra com luvas descartáveis coloca 2 dois dedos até alcançar o colo do útero. Quando mais relaxada ficar melhor, melhor o exame corre.

No final da gravidez este toque é ainda mais percetível devido à sensibilidade do colo do útero, o médico pode ainda sentir a cabeça do bebe se este já tiver na posição correta para nascer.

É ainda possível que ocorra um leve sangramento após o exame. Apenas deve ficar preocupada se a quantidade de sangue for muito significativa.

Depois do trabalho de parto

Depois do entrar de trabalho de parto o médico ou a enfermeira fazem o exame de toque para verificar a dilatação. O intervalo de avaliação deverá ser de quatro horas ou num menor período se as contrações ficarem muito regulares. A dilatação está completa com 10 cm.