Corrimento clara de ovo: saiba se é normal e conheça outros tipos

0
347
corrimento clara de ovo
Crédito: Freepik

O corrimento vaginal acontece em todas as mulheres, mesmo nas meninas durante a infância, e nem sempre é um problema. Geralmente, o corrimento está relacionado a doenças do sistema reprodutor da mulher quando apresenta cor, odor e textura estranhos. Mas também existe o corrimento normal que é um fluido expelido pela vagina diariamente chamado de muco cervical. Esse tipo só acontece nas mulheres que já menstruam, é normal e saudável, incluindo quando é um corrimento clara de ovo. Saiba mais sobre o que ele representa no ciclo da mulher.

O que é o corrimento clara de ovo?

O corrimento clara de ovo é um tipo de fluido expelido pela vagina em um determinado período do ciclo menstrual. Ele é transparente e tem esse nome porque realmente se parece com a clara de ovo, meio gelatinoso. Não tem cheiro nem grumos em sua textura. Quando ele aparece quer dizer que a mulher está entrando nos dias do seu período fértil, ou seja, quando o seu organismo está propenso a engravidar, na segunda quinzena do mês.

Como viu, existem os corrimentos vaginais normais, que constituem o muco cervical, e os corrimentos relacionados a problemas de saúde. Conheça um pouco mais sobre cada um deles para saber identificar quando é hora de ir ao ginecologista.

Tipos de muco cervical

corrimento clara de ovo
Crédito: Freepik

Existem 5 fases do muco cervical ao longo do ciclo menstrual. Cada fase apresenta uma textura e uma cor diferentes, mas nunca com sintomas de problema de saúde, pois é um corrimento normal.

Muco seco e pegajoso

Quando a mulher percebe na calcinha que o corrimento é mais sequinho, como um creme de toque seco, e levemente pegajoso, é apenas a fase em que ele retoma sua atividade logo depois da menstruação ter acabado.

Muco branco ou amarelado, cremoso e pegajoso

Depois da fase do muco seco, que dura poucos dias, a mulher vai perceber que a cor do muco fica mais esbranquiçada ou amarelada e sua textura fica mais densa. Ele fica por mais dias e, quando é normal, não tem cheiro forte nem desagradável e nem causa sintomas, como coceira ou ardência.

Muco gelatinoso

Esse é o corrimento clara de ovo já explicado, que acontece depois do muco mais espesso, na segunda fase do ciclo menstrual que é quando a mulher entra no seu período fértil.

Muco elástico e transparente

Depois da fase gelatinosa, o muco vai continuar transparente, só que mais elástico. Ele quer dizer que a mulher está no ápice da sua ovulação e esse é o melhor momento para engravidar. Ele fica com essa textura porque sua função é facilitar a chegada do espermatozoide ao óvulo para a fecundação.

Muco fino e transparente

Durante a fase da ovulação, o muco vai continuar elástico e transparente, mas a tendência é que esteja um pouco mais fino do que estava nos dias anteriores.

Corrimento vaginal anormal

corrimento clara de ovo e outros anormais
Crédito: Freepik

Já quando a mulher percebe que o corrimento vaginal está com um cheiro ruim, uma cor mais forte e tem outros sintomas, como coceira, ardência e vermelhidão na região externa e interna da vagina, é indício de alguma infecção.

Corrimento amarelado/esverdeado/acinzentado

Quando o corrimento apresenta uma dessas cores e surge junto com ardência, coceira, causa desconforto na relação sexual e tem um odor desagradável, também podendo surgir grumos como leite talhado, é sinal de infecção por vírus, fungos ou bactérias. É necessário ir ao ginecologista para ele examinar e prescrever um tratamento que costuma ser simples e eficaz.

A infecção por vírus geralmente corresponde a tricomoníase ou clamídia que são infecções sexualmente transmissíveis. Já no caso de fungos é bem comum que a mulher esteja com a imunidade baixa e tenha sido afetada pela candidíase que pode surgir mesmo sem haver contato sexual.

No caso de bactérias pode ser uma vaginose bacteriana que também se manifesta quando o sistema imune está enfraquecido, quando a mulher está vivendo um período de muito estresse e seu organismo está desequilibrado.

Quanto antes for ao ginecologista, antes irá se livrar do problema fazendo o tratamento com a medicação adequada que pode ser via oral ou uma pomada de aplicação diretamente na vagina.

Corrimento marrom

O mais comum é que o corrimento marrom seja apenas um escape menstrual bem normal nas mulheres que tomam anticoncepcional direto, emendando uma cartela na outra sem pausa para a menstruação descer. Mas é bom estar atenta caso perceba outros sintomas, como dor na relação sexual, ao urinar e um desconforto na região pélvica, pois existe um risco de uma doença mais séria, como um tumor.