Quais os cuidados na hora de dar banho em recém-nascido?

No inverno a atenção deve ser redobrada, a criança precisa ficar em uma temperatura ideal para não adoecer

0
13657
banho em recém-nascido
Crédito: Freepik

O primeiro banho do bebê é motivo de muita preocupação e de medo para as mães. Tanto as de primeira viagem quanto as mais experientes ficam receosas, o que é muito normal. Os cuidados com o recém-nascido nesse momento deixam as mamães de cabelo em pé. Afinal, o bebê é tão pequeno, molinho, que dá medo de machucar ele de alguma forma.

Mas relaxe. Dar banho em recém-nascido, principalmente a primeira vez, é algo estranho tanto para você quanto para o bebê. Então tente fazer com que esse momento seja o mais tranquilo possível. Mantenha a calma e tente transformar o banho em uma situação relaxante para seu filho.

Como dar banho em recém-nascido?

Primeiro saiba que não é preciso dar banho em recém-nascidos mais de três vezes por semana. A não ser que tenham se sujado com cocô, vômito ou coisas do gênero, basta manter a fralda limpa ou nova. Lave sempre as mãos do bebê e seu rostinho, várias vezes por dia.

Antes de cair o coto do cordão umbilical, o primeiro grande banho deve esperar. Durante esse período, que pode ser do décimo dia de vida até três semanas depois do parto, lave o bebê apenas com uma esponja molhada. Lave parte por parte do corpo da criança, mas sem molhar o coto. Caso o faça sem querer, basta secar delicadamente com uma toalha.

Assim que cair o coto, vem o grande banho. Tente não fazer isso sozinha, pois em dupla é muito mais fácil manter o bebê seguro. Tenha tudo preparado com antecedência, para não precisar procurar e perder tempo durante o banho.

Dicas e truques para um bom banho

cuidados na hora de dar banho em recm-nascido
Crédito: Pexels

Não há muito mistério nessa hora. O segredo é não inventar, pois o primeiro banho pode ser uma experiência tensa para todas as partes. Para não cometer erros, veja o passo a passo abaixo.

  • Feche portas e janelas para evitar as correntes de ar;
  • Separe roupas e acessórios, como sabonete, toalhas, fraldas e xampus;
  • Prepare a água, cuja temperatura ideal deve estar entre 36,8 a 38,5;
  • Tire as roupas do bebê e verifique se está sujo de cocô. Se estiver, limpe bem antes do banho;
  • Para que o bebê esteja em segurança, passe um braço ao redor das costas do bebê e segure a axila dele;
  • Comece pelo rostinho do bebê. Lave os olhos com algodão, um para cada olho; depois todo o rosto, apenas com água. O resto do corpo deve ser lavado com xampu ou sabonete de bebê;
  • Dê atenção às axilas, ao pescoço, aos genitais e ao umbigo;
  • Ao término do banho, envolva o bebê em uma toalha suave, 100% algodão. Dê preferência à toalha fralda. Seque todas as dobrinhas com muito cuidado. Ao vestir o bebê, comece pela fralda.

Feche todas as janelas e portas para não entrar corrente de ar

Cuidados essenciais

dicas para dar banho em um recém-nascido
Crédito: Pxhere

Agora você já sabe exatamente o que fazer para que o primeiro banho de seu bebê seja tranquilo. Conforme outros banhos acontecem, você e seu filhote se sentirão mais seguros um com o outro durante esse momento. Para que essa experiência seja ainda mais tranquila, confira alguns cuidados que devem ser tomados em todos os banhos.

  • O lugar do banho não importa, desde que seja em um ambiente fechado;
  • Jamais deixe o bebê sozinho, sob hipótese alguma;
  • Nunca coloque o bebê na banheira enquanto ela estiver enchendo. Pode ocorrer mudanças na temperatura ou você pode acabar até mesmo errando na profundidade;
  • Não é preciso ferver a água do banho;
  • Caso vá temperar a água, coloque primeiro a água fria e depois misture a água quente;
  • A temperatura da água deve ser morna e nunca quente;
  • Para bebês até 6 meses, a banheira deve conter no máximo 13 cm. Se o bebê ficar sentado, não coloque água acima da cintura;
  • Quando as crianças começarem a engatinhar, o banho deve ser diário;
  • Use produtos criados especialmente para bebês, mas não abuse. Use pequenas quantidades;
  • Mantenha o ambiente aquecido, pois os bebês perdem calor muito rápido.