Cuidados com o engasgo em bebês

0
22

A maior preocupação dos pais nos primeiros meses de vida de seus filhos é com a segurança. Os bebês estão entre os seres mais indefesos e incapazes de pedirem até mesmo socorro adequadamente, por não possuírem ainda a fala.

Os perigos para os bebês são muitos e deixam os pais de cabelo em pé.

O engasgo é um problema que pode causar a morte até mesmo em adultos que comam algo grande demais ou de uma vez. Imagine só um bebê, que ainda não sabe se alimentar direito e não tem ideia de como saber o tamanho adequado dos alimentos que pode comer, e ainda não tem dentes preparados o bastante para mastigar. O risco se torna enorme.

É por isso que nesse artigo trazemos informações e dicas importantes para que o seu filho não corra nenhum risco de se engasgar e ocorrer algo pior.

Como Ocorre o engasgo em Bebês

Dados sobre os engasgos

Em 2016, nada mais nada menos do que 108 mil casos de engasgos foram registrados no Brasil, e 74% desses casos foram em crianças de 4 anos ou menos.

Um em cada quatro casos graves de engasgos, que param no hospital, são causados por pipocas e balas, as vilãs dos engasgos no país.

É proibitivo dar balas ou pipocas a crianças menores de 5 anos, essa é a opinião consensual dos pediatras.

Causas dos engasgos

As crianças pequenas ainda não possuem os seus dentes molares bem formatados.

Por isso todo objeto liso e de forma arredondada e que seja pequeno, é um grave risco para a criança, visto que esses alimentos ou objetos descem diretamente pela boca da criança, chegando à garganta.

Lista dos alimentos perigosos para Crianças

Aqui vai uma lista com as principais causas de engasgos no Brasil, com as suas respectivas incidências.

Balas duras: 16.100 casos;

Carnes: 13.324 casos;

Outras balas: 12.671 casos;

Ossos de carnes: 12.486 casos;

Frutas e vegetais pequenos: 10.075 casos;

Leite comum ou leite materno: 9.985 casos;

Sementes, castanhas ou ostras: 6.771 casos;

Chips ou pipocas: 4.826 casos;

Biscoitos: 3.189 casos;

Salsicha: 2.660 casos;

Pães: 2.385 casos;

Batatas fritas: 78 casos.

Como tratar o engasgo

Se o seu filho engasgar, chame a ambulância, mas enquanto isso tente fazer os primeiros socorros.

Incline e segure a criança com o corpo inclinado para frente, dê até 5 palmadas nas costas, com a mão esticada.

Por fim, vire a barriga do bebê para cima e faça duas compressões torácicas usando dois dedos, o indicador e o médio, contra o peito da criança.