Cuidados com a saúde do coração do bebê

Qual é a altura ideal para começar a cuidar da saúde cardíaca do seu filho? Muito mais cedo do que você imagina!

0
5457

A partir de que idade acredita que é preciso começar a pensar no coração de seu filho? Bem antes de ele vir ao mundo! Aliás, nunca é cedo para começar a se preocupar com o aparelho cardíaco do seu bebê. Os exames pré-natais são o primeiro passo lógico! De resto é só prestar atenção nos sintomas. Qualquer problema que possa existir convém ser detectado imediatamente para que seja administrado o tratamento adequado.

Condições do coração

Não é por acaso que o nome desse órgão vital simboliza tanta coisa boa na vida! De fato, sem o nosso coração nada somos!

Para garantir o bom funcionamento desse mecanismo interno, convém ter alguns cuidados ainda durante a gestação

Até porque, segundo os valores revelados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular cerca de 1% dos bebês que nascem todos os anos apresenta cardiopatias congênitas.

Comunicação interventricular

Um dos problemas que ocorre com mais frequência é a chamada comunicação interventricular. Uma doença que dispensa cirurgia imediata e que pode ser estabilizada por via medicamentosa. A fissura entre as câmaras do coração só pode ser reparada mais tarde, quando o bebê reunir condições que permitam que o procedimento seja feito sem riscos.

Sopro no coração

A segunda situação mais comum é a existência de sopro no coração. Contrariamente ao que as pessoas julgam não se trata de uma doença, mas sim de um sintoma. Algo está errado, sim, mas pode até nem ser com o coração! Tem também o chamado sopro inocente, que revela uma pequena falha na válvula, mas que não causa grandes transtornos. Na pior das hipóteses poderá estar indicando uma doença cardíaca congênita. Razão pela qual será necessário vigiar!

A importância do pré-natal

Pré-natal não é frescura! O ecocardiograma, por exemplo, permite detectar algumas das doenças do coração. Se assim for, o tratamento indicado poderá ser posto em prática imediatamente. Pode ainda se dar o caso de ser necessário realizar uma cirurgia logo depois do parto. Esses exames vão permitir que a equipe médica se apronte e o bebê não tenha de circular para outra sala, evitando o risco de contaminação.

Manter a saúde cardíaca debaixo do olho

Mas não deixe de prestar atenção na saúde cardíaca de seu filho, passados os primeiros tempos! É preciso manter o olho bem aberto para identificar qualquer complicação. Ao que deverá dar atenção? Cansaço exagerado, incapacidade em concluir atividades em comparação a outras crianças da mesma idade, baixo ganho de peso e estatura, infecções respiratórias constantes e chiado pulmonar.

Ao menor sintoma, a recomendação é simples! Assim que seja possível, consulte a opinião de seu médico. Caso se manifeste mais do que um desses sinais, faça o mesmo com urgência.

Compartilhe! Vamos promover a saúde de nossos bebês!

Relacionado: Com 16 dias de gestação, o coração do feto já bate