Cuidar dos filhos X trabalhar fora. O que cansa mais?

Descubra qual das duas atividades acaba sendo mais cansativa para os pais

0
6072

Criar uma criança não é uma tarefa fácil. É necessário muita paciência, além de uma dedicação sem tamanho. Atualmente, mamães e papais precisam se dobrar para trabalhar fora e criar seus filhos.

Isso é muito bom para a vida do casal porque, apesar do cansaço do dia a dia, os dois são capazes de dividir as tarefas de dar banho, trocar fraldas, brincar e colocar o bebê para dormir.

Além disso, de acordo com o crescimento da criança, chegam as novas atividades e responsabilidades, como escola, aula de natação, consultas médicas, e por aí vamos na correria.

Segundo estudos realizados por uma universidade na Bélgica, a maioria dos pais sente o desgaste físico afetar mais na hora de cuidar dos filhos, do que de trabalhar fora.

É preciso organizar as tarefas para não trocar os pés pelas mãos

Os estudos apontaram que 13% entre 2 mil famílias sofrem de abatimento ou apresentam sensações de incompetência e cansaço. Esses sintomas estão diretamente relacionados à Síndrome de Burnout.

Relacionado: Você já ouviu falar do Burnout parental?

Essa síndrome está ligada aos problemas emocionais e crônicos causados pela fadiga. Segundo o estudo, esse problema começou a afetar as famílias de maneira mais significante a partir da década de 90.

Isso aconteceu porque os pais começaram a se dedicar mais diretamente à criação dos filhos

Essa mudança, associada às extensas rotinas de trabalho existentes no dias de hoje, podem causar estrago no organismo de qualquer pessoa.

Para evitar esse problema, é importante reorganizar as tarefas diárias e dar mais atenção à família do que ao trabalho na rua.

Fonte: Minha Vida