Dar pipoca para crianças pequenas pode ser um perigo

0
8769

Você não deve dar pipoca para criança pequena por causa do perigo que ela apresenta para a segurança dos pequenos. Por mais que seja gostosa e simplesmente perfeita, ela pode causar sufocamento.

De acordo com a organização sem fins lucrativos Criança Segura, “sufocação e o engasgamento são a terceira principal causa de morte acidental de crianças e adolescentes de zero a 14 anos no Brasil”, mostrando a gravidade do caso.

Perigo ao dar pipoca para criança pequena

perigo de dar pipoca para crianças pequenas
Crédito: Freepik

Através dos dados do Ministério da Saúde, somente em 2010, 42% das mortes de crianças estavam relacionadas ao sufocamento, podendo ser evitadas com mais informação e atenção dos pais ou cuidadores. Entre esses casos fatais, 23% era proveniente do engasgo com alimentos.

O engasgo é uma forma que o corpo encontra para eliminar um corpo estranho que acabou percorrendo o caminho errado na deglutição. Isso acontece pois a epiglote, que fica na parte de cima da laringe, não retém o alimento.

A epiglote funciona como uma válvula que permanece aberta para permitir a chegada do ar aos pulmões e se fecha quando engolimos algo. Isso acontece para bloquear a passagem do alimento para os pulmões e encaminhá-lo ao estômago. Se ela falhar, a criança pode sofrer a aspiração de um corpo estranho.

Se acordo com as estatísticas coletadas pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), entre todos os acidentes desse tipo já registrados, a metade das aspirações ocorre em crianças abaixo dos quatro anos.

Se você aumentar a busca para crianças menores do que sete anos, essa taxa aumenta para 94% dos casos de aspiração de corpo estranho, como é o caso da pipoca, um elemento nocivo para os pequenos, disponibilizados facilmente pela família.

Por que é perigoso

Até os quatro anos, a criança não controla ainda a mastigação e a deglutição dos alimentos, porque não tem dentes molares, que fazem parte do sistema de trituração dos alimentos. Por isso, é a idade que corre maior risco ao ingerir o alimento, pois ainda não conseguem mastigar corretamente. Para a SBP, é um grande risco a oferta, podendo acarretar em aspiração, já que vai ser engolidos “sem mastigar, e qualquer distração, risada, brincadeira ou susto pode precipitar o acidente”.

Se a criança não mastiga corretamente e ainda é agitada, falando ou andando enquanto come a pipoca, ela aumenta o risco de sufocar, tendo em seguida um acesso de tosse e engasgos.

Veja também: Criança pode consumir achocolatado todos os dias?

Você pode também perceber que a criança aspirou um objeto se começar a ouvir um chiado no peito, aliado à tosse persistente, falta de ar súbita, rouquidão e lábios e unhas arroxeadas, sendo esses fortes indícios de sufocamento parcial ou total.

Na aspiração de corpo estranho parcial, você vai ouvir diversos sons e a tosse, mostrando que o corpo está tentando expulsar a pipoca, devendo assim procurar ajuda do serviço de saúde.

Já na aspiração de corpo estranho total, os riscos são maiores e imediatos, pois a criança fica asfixiada, sem conseguir respirar, sem emitir nenhum som, lábios e unhas ficam arroxeados. Nesse caso, ligue imediatamente para o SAMU, através do número 192.

Se você estiver em uma situação de sufocamento de uma criança, saiba o que fazer no vídeo: