10 fatos desmentem a crença de que as mães são todas iguais

Nenhuma é como a outra e todas tem um pouquinho de cada

0
4859

Mãe é tudo igual e só mudam o endereço. Essa é uma frase repetida à exaustão, mas que se for analisada com cuidado demonstra que é uma inverdade. As mães não são todas iguais.

São um misto de mulheres, cuidadoras, amigas, disciplinadoras, administradoras e um pouco mais

O que pode dar a impressão de que são iguais está no comportamento repetido diante da rotina, nas imposições sociais e, principalmente, no instinto.

Conheça 10 tipos de mães que andam por aí

1. Primeira viagem

Nada é fácil para essa mãe. Seu filho é uma incógnita e o pediatra recebe muitas ligações ao longo da noite quando aquela cólica teima em não passar.

É insegura, mas não dispensa o aprendizado. Tenta ler o que pode e tirar todas as dúvidas possíveis. Pensa que o bebê pode quebrar e fica surpresa a cada conquista.

2. Sabe tudo

Não se sabe quantas vidas ela viveu para acumular tanto conhecimento. Sabe de onde vieram os planetas e para onde irão as florestas se o aquecimento global não for controlado.

Conhece as tensões étnicas na Europa e lembra qual foi a roupa que a apresentadora do jornal usou na terça-feira.

Sabe espantar monstros e conhece a ciência dos melhores bolos, ainda que sejam comprados no supermercado.

3. Fera

Leoa, tigresa, galinha. Nenhuma dessas fêmeas é tão firme quanto uma mãe humana. Valente, olha os obstáculos por cima e a proteção é seu mandamento mais importante.

4. Delicada

Doce, sensível, mas direta. Parece incrivelmente frágil, enche os filhos de mimos e nem percebeu quando o colo ficou pequeno porque, para ela, sempre vai caber um coração em seu embalo.

5. Oficial das forças armadas

Arrume o quarto, abaixe o volume, penteie o cabelo, jogue o lixo. Sempre há uma ordem para esta mãe que é responsável por uma tropa cujos erros devem passar longe.
Nada é desculpa para não chegar ao melhor, porque seus filhos têm imensas capacidades.

6. A amigona

Em qualquer fase da vida dos filhos, essa mulher tem a capacidade de se encaixar e traduzir seus medidos, anseios e angústias estando somente à disposição. Com ela não há segredos porque eles não precisam esconder nada.

A cumplicidade é uma conquista assentada na segurança que ela consegue oferecer.

7. Mãe relaxada

Os potes são os brinquedos das crianças ou qualquer coisa que quiserem. Não importa se a casa está limpa, suja ou faltam tapetes limpos. O importante é que as crianças estejam alimentadas e felizes. Nada é transformado em prioridade diante da necessidade do bem estar delas.

8. A perfeita

Organização e planejamento são as palavras que definem essa mãe. Tudo está sob controle, da vacina e o medicamento ao planejamento das férias, nada lhe escapa.

Tem necessidade de controle e da arrumação. Sempre pensa que vai enlouquecer, que não haverá tempo para organizar a casa, dar banho nas crianças e deixar as roupas limpas.

Sempre se engana porque tem a capacidade de se multiplicar.

9. Mãe de muitos

Ela é a mesma para todos e única para cada um. A vida lhe deu muitas vidas e ela consegue adaptar-se à rotina em que tudo precisa ser multiplicado por muitas vezes.

Não liga para as críticas e está segura em saber que é dela a responsabilidade e que palpites não são traduzidos em cuidados.

10. Mãe integral

Nada lhe falha ao controle. O trabalho da escola, a roupa que o filho precisa para a apresentação, os materiais que a filha vai levar na escola.

Consegue estar presente em todo lugar, brinca e, ainda, está lá na hora do pesadelo, da dor na barriga e segura a mão de quem precisa tomar injeções.

Relacionado: O primeiro dia das mães como uma mãe