5 Dicas para ficar livre da azia durante a gravidez

Queimação é incômoda, mas há como resolver

0
12845

A azia está entre os muitos incômodos que as mulheres enfrentam durante a gestação. Juntamente com os enjoos, as dores na coluna, o sono e o inchaço, a azia ajuda a penalizar a gestante.

Esse desconforto é marcado por uma forte queimação no esôfago juntamente com um gosto amargo que piora após as refeições.

Independente do alimento, a azia pode acompanhar a rotina da gestação.

5 técnicas para evitar a azia na gravidez:

1. Coma pequenas porções várias vezes ao dia

Quando recebe menos alimento, o estômago mantém os ácidos gástricos em ação. Isso quer dizer que eles não vão subir pelo esôfago e dar a sensação de queimação típica da azia.

Se dividir os alimentos em muitas porções, a fome ficará longe, bem como a queimação.

2. Espere um pouco antes de dormir

Evitar deitar assim que termina uma refeição é uma forma de manter longe o refluxo. Após as refeições, tente fazer pequenas caminhadas ou permanecer sentada.

Se não for possível, adote um travesseiro antirrefluxo. Ele vai ajudar a reduzir o desconforto.

3. Quando a azia chegar, coma

Mas coma pouco. Diferente dos líquidos, os alimentos sólidos ajudam a manter distante os ácidos gástricos que causam a queimação.

Também reduza a quantidade de líquidos ingerida durante as refeições. Eles podem ajudar o refluxo e aumentam a queimação.

4. Mude o cardápio

Deixe de fora alimentos gordurosos e muito estimulantes. Também tente evitar os condimentos e as frutas cítricas.

Vegetais e frutas frescas ajudam a reduzir a sensação de azia mesmo antes das refeições.

5. Fuja à tentação do antiácido

A azia na gravidez é uma condição que demonstra todas as mudanças do organismo. Ainda que ela seja muito forte, todo e qualquer medicamento só pode ser ingerido após a liberação do médico responsável pelo pré-natal.

Relacionado: Azia é sinônimo de bebê cabeludo?