13 Dicas para as mães não ficarem sobrecarregadas com a rotina

Crédito: Freepik
Ad

Só depois de ter filhos você consegue entender o valor do tempo que tinha antes de engravidar. Mas, quando vê o seu bebê saudável e feliz, não existe sentimento mais gratificante.

O problema é quando você está em meio ao caos, tentando fazer mil coisas ao mesmo tempo, e ainda precisa ter o cuidado de ser uma boa mãe. Como dar conta de tudo? A verdade é que, às vezes, você não vai dar conta de tudo, e não tem problema.

Gostou de ler isso? Então aproveite e veja mais dicas para não se sentir sobrecarregada na sua rotina, ao mesmo tempo que ajuda seu filho a se desenvolver com muito amor e bons exemplos.

Estabeleça limites

As crianças precisam de limites para compreenderem o que podem e não podem fazer, o que é certo e errado. Elas esperam que você diga isso a elas, e você faz isso estabelecendo limites. Organize uma rotina com horários flexíveis para todas as atividades do dia, facilitando o gerenciamento do dia a dia das crianças.

Ad

Não proíba tudo

Às vezes parece mais fácil impedir que a criança faça alguma coisa, do que ficar de olho para ela não sujar tudo ou se machucar. No entanto, o mundo dos pequenos é feito de descobertas, tentativas, erros e acertos. Não proíba seu filho de fazer as coisas. Dê a ele pequenas responsabilidades para vê-lo orgulhoso de completá-las.

Não resolva todos os problemas

Pode parecer irresistível entrar no quarto dos filhos e apartar uma briga deles, mandando um para cada canto. Mas, se fizer isso, como eles vão aprender a resolver os conflitos que criaram? Você pode mediar a situação, mas não precisa resolver tudo por eles.

Seja flexível com as regras

As crianças absorvem as regras aos poucos, então não adianta exigir mais do que podem fazer. Deixe seu filho livre para escolher o que vai vestir, escolher entre duas ou três opções de comida pro jantar, dormir no chão ao invés da cama. Preocupe-se apenas com as regras mais importantes.

Brinque com seus filhos

Quando seus filhos chamarem você para brincar, faça o possível para brincar com eles. Deixe que eles escolham a brincadeira e façam as próprias regras. Apenas esteja presente e divirta-se com eles, pois esses momentos são únicos.

Ad

Crie memórias afetivas

Com certeza você se lembra de certas atividades que gostava de fazer na infância, cantigas, músicas, brincadeiras e hábitos legais que tinham na sua casa. Crie essas memórias afetivas nos seus filhos, pois elas vão fazer parte da história dele por toda a vida.

Responda às perguntas

Sim, as crianças pequenas fazem milhões de perguntas todos os dias. Tenha paciência e responda sempre, nem que seja para dizer que você não sabe, mas que podem descobrir juntos. Seu filho vai confiar mais em você e admirá-lo por isso.

Confesse que errou

Quando você cometer um erro, seja com seu filho ou com outra pessoa na presença dele, não negue que errou. Esse momento é uma oportunidade de ensinar ao seu filho que todo mundo erra e pode se desculpar, e está tudo bem.

Diga a verdade

Com certeza você deseja que seu filho seja íntegro e sincero, e não um mentiroso. Então, dê o exemplo. Sempre fale a verdade sobre as coisas, respeitando o nível de compreensão do seu filho, conforme a idade dele.

Ad

Demonstre afeto

Seu filho vai aprender sobre amor familiar, segurança emocional e empatia ao ver que você e seu parceiro se amam e se respeitam. Demonstre afeto pelo seu parceiro na frente do seu filho, pois vocês serão o primeiro exemplo de relacionamento que ele terá.

Respeite os outros

Se quiser que seu filho seja uma pessoa respeitosa com os outros, seja o melhor exemplo que ele pode ter. Respeite todas as pessoas como você deseja ser respeitado, sempre.

Elogie

Seu filho precisa sentir que tem valor na sua vida e que está fazendo as coisas do jeito certo. Elogie quanto ele acertar. E quando ele errar, ensine como deveria fazer o certo, sem ofendê-lo ou fazê-lo se sentir humilhado.

Seja flexível com a vida

Não faz mal pedir comida de vez em quando, ao invés de preparar um jantar saudável para todos. Não faz mal deixar para arrumar a cama mais tarde num dia de folga. Não faz mal deixar alguma arrumação para depois quando estiver dando atenção ao seu filho. Seja flexível com a vida.

Ad
AD