É possível engravidar tomando anticoncepcional?

0
485

Uma das perguntas mais frequentes em mulheres mais jovens que começaram há pouco tempo a sua vida sexual é se é possível engravidar tomando anticoncepcional.

Esta é uma questão importante, no sentido de estar totalmente informada sobre os métodos contracetivos e sobre a melhor forma de evitar uma gravidez indesejada.

A pílula anticoncecional é o método mais comum entre as mulheres, tendo uma taxa de eficácia muito alta, acima dos 99%.

Contudo, em determinadas situações, essa taxa diminui, deixando a porta aberta para uma possível gravidez.

Se não quer ficar vulnerável a uma gravidez indesejada, conheça em baixo os vários fatores que reduzem a eficácia da pílula anticoncepcional.

Fatores que reduzem a eficácia da pílula anticoncepcional

Há diversos fatores que podem reduzir substancialmente a eficácia da pílula. Entre esses fatores há interações medicamentosas, esquecimentos ou casos de diarreia e vómitos.

Interação medicamentosa

O tratamento com determinados medicamentos antibióticos pode cortar o efeito da pílula anticoncepcional.

Existem também alguns medicamentos antialérgicos que podem reduzir a eficácia da pílula anticoncepcional.

Se tomar algum medicamento, leia sempre a bula para conferir alguma interação entre esse medicamento e o anticoncepcional.

Diarreias ou vómitos

Um episódio de diarreia ou vómitos, até duas horas após a toma, pode interferir na eficácia da pílula anticoncepcional.

Quando uma mulher está com diarreia, o intestino absorve determinados nutrientes e hormonas, entre as quais as que existem na pílula.

No caso dos vómitos, este impede que a pílula seja absorvida pelo organismo. Nestas situações, deverá tomar novamente a pílula anticoncepcional.

Troca de pílula anticoncepcional

Quando se troca de pílula pode haver alguma adaptação do organismo à nova mistura de hormonas. A mulher fica mais vulnerável. Nestes casos, deverá usar preservativo nas duas primeiras semanas após a troca.

Esquecimentos

Esquecer de tomar a pílula anticoncecional várias vezes durante um mês. Nunca tomar na mesma hora, pode reduzir a eficácia, e deixar a mulher desprotegida a uma gravidez indesejada.