Enjoar na gravidez é chato, mas os vômitos reduzem a possibilidade de aborto

Ainda não está explicado, mas os enjoos matinais podem evitar o aborto espontâneo

141
53895

Algumas mulheres não vão enjoar nunca, outras no primeiro semestre e algumas durante toda a gravidez. O fato é que os enjoos reduzem em até 75% as possibilidades de um aborto espontâneo. Isso é uma boa notícia que chega a dar alívio diante de tanto desconforto.

“O estudo contou com 797 gestantes e, entre aquelas que enjoavam, o risco de perder o bebê caiu em 75%.”

Pesquisadores americanos perceberam a relação e publicaram um estudo na revista da Associação Americana de Medicina. Agora, o próximo passo é saber o que faz os vômitos evitarem o aborto espontâneo.

Além do aborto, os enjoos auxiliam as mulheres grávidas a se proteger de doenças e toxinas dos alimentos.

O estudo contou com 797 gestantes e, entre aquelas que enjoavam, o risco de perder o bebê caiu em 75%. Na comparação com as mulheres que não enjoam, as que vomitam têm muito mais chances de escapar de uma surpresa desagradável e perder o bebê.

 

Além do aborto, os enjoos auxiliam as mulheres grávidas a se proteger de doenças e toxinas dos alimentos. Os pesquisadores ainda precisam de elementos que levam as mulheres a enjoar.

Quem sente o desconforto deve saber que ele pode ser normal. Pode ser, porque é o médico que faz o pré-natal quem vai avaliar o que está fora do padrão. Tudo deve ser relatado ao profissional para que a gravidez corra de forma tranquila.

Gosto da dica? Então partilhe!

141 Comentários

  1. Nada ver! Estou grávida pela 2°vez , na primeira enjoei muito vomite muito, foi uma gravidez tirando isso muito tranquila, agora estou com menos de 20 semanas enjoei bastante, não comia quase nada só bebia gelado so queria doce, to saindo de um longo período de risco com sangramento e muitas dores passei dias sem poder nem andar, cada gravidez é de um jeito, cada mulher cada organismo é de um jeito.