Estudo Afirma que Álcool na Gravidez pode Mudar o Rosto do Bebê

0
1529

A gravidez é um momento único e especial na vida de todas as mulheres que quando descobrem que estão gerando uma vida dentro de si devem ser cuidar em dobro, evitando certos hábitos que podem prejudicar a gravidez como ingerir álcool porque isso pode até mesmo alterar o rosto da criança.

Estudos feitos na Austrália afirmam que pequenas doses de álcool durante a gravidez podem mudar o rosto do bebê.

Se a grávida não respeitar essa fase e sair com os amigos para curtir e beber, mesmo que seja pouco, deve saber que tem grandes chances do seu bebê nascer com o rosto diferente do que seria se ela mantivesse uma gestação saudável longe dos vícios.

Quase 2 mil mulheres foram acompanhadas durante a gravidez e o parto.

Das grávidas estudadas 27% consumiram um pouco de álcool durante a gestação, as fotos tiradas dos rostos dos bebês que nasceram dessas mulheres traziam sutis diferenças faciais em relação aos rostos dos bebês das mulheres que não tinham nenhum vício.

Danos do álcool na gravidez

Quando as mulheres grávidas tomam somente duas doses por semana de drinques os bebês podem nascer com certas mudanças no rosto.

Nada comparado quando o álcool é consumido em excesso, nesse caso os danos podem ser bem maiores.

Muitas grávidas acabam ingerindo álcool indo contra a recomendação médica que diz que as gestantes não podem tomar bebidas alcoólicos de maneira nenhuma durante os nove meses de gravidez.

Algumas acabam ingerindo álcool no início da gestação por desconhecerem que estão grávidas.

Os maiores danos que podem ser causados ao bebê com o consumo de álcool na gravidez são: retardo no crescimento, baixo peso no nascimento, anomalias do sistema nervoso central, prejuízos no desenvolvimento comportamental e cognitivo, convulsões, microcefalia, óbito fetal, alteração na audição e visão.

O álcool na gravidez ainda pode provocar parto prematuro, alterações congénitas, dificuldades na aprendizagem, mudanças na face como lábio superior fino, fissuras pequenas nas pálpebras e nariz curto, entre outras coisas.

Os problemas que acontecem com o consumo do álcool na gestação podem, além de prejudicar o desenvolvimento da criança ao nascer, também podem se manifestar ao longo da vida, trazendo problemas graves de saúde futuros.

Portanto gravidez é coisa séria, e mesmo sabendo que mulheres estão engravidando cada vez mais cedo, muitas até mesmo na adolescência.

É importante ter consciência de que está carregando uma vida que tem direito de nascer com saúde, por isso, se decidiu ou não ser mãe e está grávida evite o álcool e outros vícios que podem prejudicar a vida do bebê.