Estudo diz que os Bebês devem dormir com as mães até aos três anos de idade

0
504

Um novo estudo, levado a cabo pelo Dr. Nils Berg sugere que as crianças devem dormir na cama com as mães até atingirem a idade de três anos.

Este, como muitos outros, é mais um tema polémico sobre a maternidade. Mas ao contrário das recomendações dos últimos anos, este estudo aponta vários benefícios da criança partilhar a cama com os pais.

São muitas as vantagens no desenvolvimento da criança para quem partilha a cama com os pais até esta idade.

Vantagens do Bebê Dormir na Cama dos Pais

O Dr. Nils Bergman, da Universidade da Cidade do Cabo, na África do Sul, aponta que os recém-nascidos saudáveis devem dormir no peito da mãe pelo menos nas primeiras semanas de vida.

Após as primeiras semanas, o bebê deve continuar na cama com a mãe e o pai até que, mais ou menos, os três, quatro anos de idade.

Este estudo contradiz as recomendações, que apontam a partilha da cama como um dos principais riscos de morte súbita.

Mas, de acordo com o Dr.Bergman, “quando os bebês são sufocados e sofrem de morte súbita, não é porque sua mãe está presente. É por causa de outras coisas: fumaça tóxica, cigarros, álcool, grandes travesseiros e brinquedos perigosos ”.

O estudo envolveu 16 crianças. Ele monitorizou os bebês enquanto eles dormiam na cama da mãe. O estudo concluiu que o coração do bebê estava com três vezes menos estresse que quando dormia no berço.

O sono também se mostrou mais tranquilo quando os bebes partilhavam a cama com os pais.

Nos berços, apenas 6 dos 16 bebês tiveram algum sono tranquilo, e sua qualidade de sono era muito pior.

Segundo o pediatra, o estresse de dormir longe dos pais pode dificultar a formação de relacionamentos e o dos laços mais tarde na vida.

Estudos que Apoiam que o Bebê deve Dormir na cama com os Pais

Outro estudo publicado na revista Biological Psychiatry monitorizou os resultados de 73 bebês prematuros ao longo de 10 anos.

Alguns destes bebes receberam tratamento canguru, ou contato pele a pele com suas mães.

Outros bebês prematuros receberam apenas o tratamento padrão na incubadora. OS resultados foram os seguintes:

“O Canguru aumentou o funcionamento autonômico (arritmia sinusal respiratória, RSA) e o comportamento de apego materno no período pós-parto, reduziu a ansiedade materna e melhorou o desenvolvimento cognitivo infantil e as funções executivas de 6 meses a 10 anos.

Aos 10 anos de idade, as crianças que receberam canguru mostraram melhor resposta ao estresse, melhor RSA, sono organizado e melhor controle cognitivo.

RSA e comportamento materno foram dinamicamente inter-relacionados ao longo do tempo, levando a melhor fisiologia, funções executivas e reciprocidade mãe-filho em 10 anos. ”

Apesar destes estudos os pais devem sempre ponderar bem a vertente que vão seguir. O mais importante de tudo é o amor.

Os bebês precisam precisam se sentir seguros e protegidos. Os pais precisam analisar e refletir muito sobre este tema. Aconselhe-se com profissionais da sua confiança.
Partilhe aqui a sua experiência e os seus conselhos.

Source: https://www.collective-evolution.com