Saiba como evitar filhos mal comportados

Criticar é fácil, educar nem tanto! Aceite nossas dicas para ajudar você nessa incrível missão da vida de ser pai e mãe.

2
5061

Criticar é fácil. Que pai e mãe nunca ouviram as opiniões e teorias demasiado gratuitas de seus amigos e familiares em como educar uma criança? Opinar é fácil, também, mas na prática não é bem assim.

Muitos pais têm problemas em resistir a ceder aos caprichos de seus filhos. Isso por vezes pode achar a que as crianças achem que os seus comportamentos estão validados e que recorrendo à birra são capazes de manipular os seus pais.

Por melhores intencionadas que sejam algumas atitudes, elas têm impactos muito negativos no comportamento das crianças. Leia essas dicas com atenção e saiba que atitudes deverá adotar para evitar crianças mal comportadas.

5 dicas para evitar crianças mal comportadas

1. A criança está chorando de birra? Deixe chorar!

Quando contrariadas muitas crianças usam a sua melhor arma para virar a situação a seu favor: o choro. Isso é jogo sujo, minha gente! Não caia nessa esparrela.

O melhor mesmo que tem a fazer e ignorar a birra por completo. Se o seu filho se aperceber de que pode gritar, pode espernear mas isso não vai alcançar resultados, vai acabar por parar.

Seja forte e aguente. Ganhe imunidade aos olhares críticos de quem passa na rua e assiste a todo o teatro. O barulho pode até incomodar no momento, mas uma criança malcriada incomoda muito mais no futuro.

2. Nunca justifique o comportamento do seu filho com o fato de ser criança

As crianças têm direito a ser amadas, alimentadas e educadas pelo simples fato de serem crianças. Mas isso não lhes dá o direito de serem mal comportadas!

É preciso ensinar e mostrar para elas o porquê de estarem erradas, para que possam aprender a fazer a distinção entre o bem e o mal.

3. O fato de outras pessoas repreenderem os seus filhos não quer dizer que estão tentando roubar o seu papel

Existem profissões na sociedade que são especializadas em controlar o comportamento das crianças, principalmente se elas estiverem fazendo parte de um grupo. Isso é o caso de professores e funcionários de creches e escolas, por exemplo.

“Tem lições que têm de ser incutidas desde tenra idade.”

Há situações em que será normal que essas pessoas possam repreender o seu filho por algum comportamento mais desajustado. Nesses casos, não haverá melhor que o seu julgamento para saber se tem razão para isso.

Não demonstre desagrado perante essa situação só porque sim. Ninguém está querendo roubar o seu papel! Sabe qual é a consequência se o fizer? É que o seu filho vai ficar achando que vai poder fazer de tudo.

4. Os filhos estão sempre em primeiro lugar? Quase sempre!

Tem lições que têm de ser incutidas desde tenra idade. Claro que no seu coração os seus filhos deverão estar sempre em primeiro lugar. Mas para que eles possam ocupar o seu lugar na sociedade, deverá ensiná-los que a vida tem prioridades.

Eles têm de saber que não estão sozinhos no mundo e que as outras pessoas também têm suas necessidades. Se praticáveis, as suas vontades podem ser concretizadas, mas na hora e no lugar certo e sem prejudicar ninguém. Saber esperar é uma virtude!

5. Não tem como acalmar a birra ou ansiedade da criança? Paliativos eletrônicos não são solução!

Esse cenário é frequente, por isso deverá ser capaz de visualizá-lo com facilidade. Quantas vezes não entrou em um restaurante e as crianças estão na mesa brincando com tablet ou joguinho eletrônico para se distraírem?

Esses recursos viraram a jogada mais fácil que os pais encontraram para sossegarem ou distraírem seus filhos. Estão chorando porque a comida não chega? Essa poderá ser a solução fácil do momento, mas a longo prazo só se revelará ineficaz.

Dessa forma os pais não estão ensinando a difícil arte da paciência. Estão também a privar a criança da interação com outros adultos e isso pode vir a ter implicações futuras em seu desenvolvimento social. Esqueça as conversas adultas por um momento e tente integrar a criança na conversa ou os mais crescidos na brincadeira.

Assista a esse vídeo e aprenda mais sobre como lidar com a birra das crianças.

Gostou dessas dicas? Compartilhe!