Primeiro exame de papanicolaou deve ser feito aos 21 anos

Acompanhamento é necessário para prevenir o câncer de colo de útero

0
6103

Os exames de papanicolaou, para detectar precocemente o câncer de colo de útero, devem ser feitos a partir dos 21 anos. A explicação sobre o procedimento é do médico Drauzio Varela.

Ele aponta que até novembro de 2009, a recomendação era de que o papaniolaou fosse feito todos os anos no início da vida sexual.

A partir de 2015, contudo, uma nova orientação do Colégio Americano de obstetrícia mudou a diretriz para o início dos 21 anos.

A nova diretriz considera que o câncer de colo de útero é raro antes dos 21 anos

Além disso, os tratamentos para as alterações comuns do útero são agressivos e desnecessários. A lesão mais comum em mulheres jovens é a Neoplasia Inter-epitelial Cervical (NIC-1). É uma lesão aguda com indício de infecção por HPV.

Relacionado: Vacina contra o HPV causa problemas ao feto

Drauzio Varela explica que a lesão é uma ocorrência passageira que não precisa ser tratada. Ela deve ser acompanhada porque a maioria regride espontaneamente.

Até as mais raras e agressivas, denominadas NIC-3, podem ser seguidas por muito tempo. Essas lesões podem persistir por mais de uma década antes de adquirir características malignas.

Isso quer dizer que não precisam ser tratadas imediatamente. O médico alerta que as lesões pré-malignas como NIC-3 costumam ser retiradas por meio de cirurgias que podem causar complicações nas gestações futuras, como parto prematuro e baixo peso do bebê ao nascer.

Se quiser saber mais sobre o assunto, veja esse vídeo do Drauzio Varella: