Exercício previne hipertensão na gravidez

Mas não exagere, faça exercícios moderados e adequados.

0
3744
Pais na gravidez

Está grávida, viu esse artigo e pensou: “eu não tenho pressão alta, por isso essa informação não é para mim”. Você não podia estar mais errada.

A hipertensão gestacional pode acontecer mesmo em mulheres que nunca tiveram a pressão arterial elevada e pode ocorrer antes das 20 semanas de gestação. Pode ser muito perigoso para você e para seu bebê! O exercício físico pode ser um ajudante muito bom!

Primeiro, confira se se encaixa nessa lista de fatores de risco de hipertensão gestacional

  • Obesidade prévia à gravidez;
  • Excesso de peso ganho durante a gravidez;
  • Ter diabetes gestacional.

Uma investigação da Universidade Politécnica de Madrid (UPM) em conjunto com a Universidade de Ontário Ocidental, no Canadá,  concluiu que o exercício físico moderado na gravidez evita o surgimento da hipertensão gestacional, não causando qualquer prejuízo para a mãe ou o feto, pelo contrário, pode mesmo ajudar a que o bebê não fique com excesso de peso.

Mas deve sempre informar-se junto do seu médico para ver qual o exercício mais adequado à idade gestacional. Podem existir situações em que o repouso deve ser absoluto, sem qualquer exercício, por mais leve que seja. Não arrisque. A prática de exercício deve sempre ser supervisionada.

São 10% as grávidas que são diagnosticadas com algum nível de pressão arterial elevada…

E o que pode acontecer a estas mulheres?

Elas podem ter pré-eclâmpsia, que pode surgir no final da gravidez, ou mesmo obrigar a um parto prematuro, e é um estado grave de hipertensão, sendo muito grave para a mãe e para o recém nascido. Usualmente é uma condição em que as mulheres podem não identificar os sintomas, o que torna ainda mais importante o estado de alerta da grávida para esta doença.

O estudo foi também divulgado na publicação científica American Journal Obstetrics & Gynecology e refere que a hipertensão pode causar doenças e mortalidade materna, fetal e neonatal.

Exercício diminui a possibilidade de ser hipertensa na gravidez

As 765 grávidas saudáveis que fizeram parte da investigação, foram separadas em dois grupos: 382 mulheres fizeram um plano de exercício, definido pela Faculdade de Ciências da Atividade Física e Desporto da UPM, durante três vezes por semana; 383 seguiram apenas o básico de uma gravidez, portanto sem exercício físico. O estudo concluiu que quem não praticava qualquer exercício físico tinha três vezes mais a possibilidade de ficar com hipertensão, estando também 2 vezes e meia mais provável que o bebê nascesse muito grande, porque elas próprias ganhariam 1,5 vezes mais peso excessivo durante a gestação. Tudo isto comparando com as mulheres que praticavam exercício.

Para além do exercício físico, veja quais os cuidados a ter na alimentação. Neste vídeo, duas gestantes partilham seu conhecimento.

Gostou dessa dica? Compartilhe!