Família feliz: quais os segredos para um convívio familiar saudável

0
769
família feliz brinca junto
Crédito: Pxhere

A sociedade passa constantemente por mudanças. As famílias, como é óbvio, são afetadas diretamente por essas transformações. As rotinas cada vez mais intensas e corridas fazem com que as pessoas não olhem mais para o próprio lar. Poucos são os que se preocupam em ter uma família feliz, baseada em harmonia e em convivência saudável.

É comum as pessoas associarem felicidade ao dinheiro. Ter uma família feliz, no entanto, vai muito além de ter uma boa condição econômica. Há excesso de trabalho tanto do homem quanto da mulher em busca de sucesso financeiro. O que essas pessoas não entendem é que há coisas muito mais importantes do que ter bens materiais.

Quando o casal não tem filhos, supostamente é muito mais fácil ter uma família feliz. Sem as obrigações parentais, há mais tempo para dedicar um ao outro, ao bem-estar da relação. Contudo não é exatamente isso que se tem visto. Tempo é algo escasso nas famílias de hoje.

O mais comum tem sido os dois lados do casal deixarem de lado as pequenas coisas. Quando os filhos vêm, a situação se agrava. As brigas e desavenças se tornam constantes, o que muitas vezes leva à separação familiar. As novas gerações estão cada vez menos preparadas para formarem famílias duradouras e harmônicas

Dicas para criar uma família feliz

família feliz sonha junto
Crédito: Freepik

A felicidade de uma família passa sempre pela atenção que seus membros dão aos valores e aos sentimentos. É mais do que essencial, portanto, ter um cuidado com as pequenas coisas. As situações mais simples precisam ser valorizadas, para que se crie um ambiente familiar em que todos busquem a felicidade de todos.

Uma família feliz é aquela em que todos seus membros se sentem bem uns com os outros

7 Formas de ter uma família mais feliz

Veja abaixo 7 dicas para formar uma família saudável e feliz.

1. Desligue o celular

A alta tecnologia é uma das maiores vilãs das famílias de hoje. Uma grande parcela das pessoas simplesmente não consegue desligar os celulares ao chegarem em casa. Casais conversam superficialmente enquanto trocam mensagens no celular ou veem sua linha do tempo no Facebook.

Quando há filhos, eles querem a atenção dos pais depois de um dia inteiro afastados. Infelizmente o que várias crianças recebem, no entanto, é atenção pela metade. O segredo é desligar do mundo virtual quando estiver longe do trabalho e junto à família. A não ser que a ideia seja fazer algo juntos no meio tecnológico, prefira outras atividades.

2. Todos juntos à mesa nas horas das refeições

As horas das refeições são sagradas. Especialistas apontam que as famílias que fazem as refeições principais sentadas à mesa têm índices maiores de felicidade. Por isso nada de ficar o pai na frente da TV, a mãe em frente ao computador trabalhando e os filhos brincando enquanto comem.

Aliás, se possível, inclua as crianças no preparo do jantar. Eles podem e devem ajudar nas atividades da casa desde cedo. Eles são capazes, pelo menos, de lhe alcançar ingredientes, utensílios e mesmo de lavar e de secar a louça a depender da idade. Quanto mais todos participarem em conjunto das atividades familiares, melhor.

3. Delegue atividades

Uma família é, do ponto de vista sociológico, uma comunidade. Em uma comunidade, portanto, todos devem se ajudar nas atividades do cotidiano. É claro que se deve respeitar as capacidades de cada indivíduo, mas nada impede que as crianças façam sua parte na rotina familiar.

É inevitável que haja um desequilíbrio na relação familiar quando um dos membros da família se sobrecarrega com as atividades domésticas. A harmonia eventualmente irá se perder se não houver uma divisão adequada das tarefas de casa.

4. Encontre tempo para a diversão

família feliz conhece a si mesma
Crédito: Pxhere

Pelo menos um dia na semana é importante que a família encontre um tempo para se divertir. Pode ser uma noite de filmes em casa, uma ida ao cinema, um piquenique em um parque ou aquele domingo de almoço fora. O importante é não se esquecerem da alegria e do prazer de estarem juntos.

5. Ter tempo para cuidar de si mesmo

Ao mesmo tempo que a dinâmica e a convivência familiar são necessárias, também é necessário que cada membro da família tenha espaço para cuidar de si. Isso significa respeitar sua individualidade. É preciso que as pessoas tenham momentos fora da família para que compreendam, dentre outras coisas, a importância da família.

6. Experimente conhecer sua família

É cada vez mais comum pessoas dividirem um mesmo teto, às vezes por anos, e não se conhecerem. Experimente se deixar conhecer por seu marido, por sua esposa, por seus filhos. Queira conhecê-los. Ouça mais do que fale e dê espaço para que todos a sua volta cresçam da forma que eles tiverem que crescer.

7. Uma família feliz concretiza sonhos

Nenhuma família é perfeita, mas é no seio familiar que todos os sonhos começam a se realizar. Cabe aos pais buscarem conhecer os desejos dos filhos e tentarem proporcionar meios de eles os realizarem. Por outro lado, os pais também não devem abdicar dos próprios desejos, uma vez que a individualidade também deve ser sempre respeitada.