Gêmeos conseguiram sobreviver aconchegados e de mãos dadas

O caso é raro tem um final feliz - os dois pequenos estão bem e com saúde.

0
8449

A inglesa Hayley Lampshire, com 27 anos, estava radiante. Ia ser mãe. Os primeiros exames mostraram que eram gêmeos. Ficou assustada, mas saberia que tudo iria correr bem. Quando chegou a notícia de que os seus gêmeos estavam na mesma bolsa amniótica, a jovem mamãe ficou em pânico. Isto é raro de acontecer, pois o normal é ficar cada um em sua bolsa para se desenvolverem normalmente e com saúde.

Quando acontece ficarem na mesma bolsa, pode ser bastante perigoso e até fatal.

Imagine o que é ter dois bebês, cada um com cordão umbilical, se mexendo dentro da mesma bolsa. Havia o risco de se enrolarem nos cordões umbilicais e acabarem estrangulados.

Mas um milagre aconteceu. Os bebês se mantiveram sossegados durante toda a gestação. E o que mostrou o ultrassom foi bastante curioso, pois os pequenos Rowan e Blake pareciam estar bem aconchegados e de mãos dadas.

Rowan à esquerda e Blake, à direita, estão deitados na mesma posição em que estavam no útero: de mãos dadas.

A mãe Hayley passou por uma cesárea e os dois bebês nasceram bem. Apesar de ela e o marido terem ficado assustados no início, a história acabou em bem e foi um alívio enorme.

Relacionado: Descubra os mitos de uma gravidez de gêmeos

E, por falar em gêmeos, olha essas duas gracinhas: