Grávida com piercing no umbigo, pode?

Na gravidez, todo o cuidado é pouco!

0
3710

Usar piercing no umbigo é coisa normal. Quem tem, dá vontade de mostrar a todo o mundo que tem. Mas um piercing continua a ser um objeto estranho no nosso corpo e como tal pode gerar desconforto e, até mesmo, problemas graves.

Se estiver grávida ou tentando engravidar tem de pensar nos cuidados a ter com o seu piercing para não causar problemas de saúde para você ou para o bebê.

Se estiver grávida ou tentando engravidar tem de pensar nos cuidados a ter com o seu piercing para não causar problemas de saúde para você ou para o bebê. No caso de estar pensando colocar um, adie para fazer isso depois de seu filho nascer. Se já tiver um, o mais importante de tudo é a higienização do local, em que o acessório foi colocado, para evitar infecções.

Vejamos o que o ginecologista, obstetra e professor universitário, Xenofonte Paulo Rizzardi Mazzini tem a dizer sobre o assunto.

É importante ter especial atenção à higienização da zona do piercing

“ Não vejo problema em a mulher usar piercing no umbigo durante a gestação. Mas aconselho a retirá-lo depois das 24 semanas de gravidez, pois é a partir desta altura que a distensão abdominal é maior e podem surgir problemas”, esclarece Xenofonte Mazzini.

É importante higienizar muito bem o local do piercing, mas com a pele esticando cada vez mais, pode ser complicado controlar o surgimento de infecções

A higienização da zona do piercing poderia ser suficiente, “mas no caso da grávida, existem mudanças que podem conduzir a inflamações bastante prejudiciais”, alerta o doutor Mazzini. “Se ela não tinha piercing no umbigo antes de engravidar, aconselhamos que o faça apenas após o puerpério (após o parto e apenas quando a saúde da mulher estiver estável e forte)l”, considera o obstetra.

“Fazer a perfuração para colocar um piercing, na segunda metade da gravidez está fora de questão!”, diz Mazzini.

É importante ter especial atenção à higienização da zona do piercing, mas com o aumento da barriga, a pele estica cada vez mais e já se torna mais complicado cuidar dessa zona. Se numa grávida sem acessório no umbigo, com o aproximar do final da gestação, vai sentindo mais desconfortos, por sentir sua pele esticar, imagine uma grávida com piercing. Nestas coisas o melhor é prevenir, do que correr o risco de ter a pele inflamada ou infeccionada. Sendo possível, o melhor é retirar o piercing antes de engravidar, e deixar fechar o furo da sua barriga. Mas se já estiver grávida e optar por tirar o acessório logo no início da gestação, conforme a barriga vai crescendo, o furo pode começar a alargar também.

Relacionado:Tenha uma pele saudável também durante a gravidez

Na hora do parto, se for cesariano, o piercing vai ter que sair, pois não é permitido usar metal tão próximo de uma incisão.

Quer dizer que usar um piercing pode ser absolutamente inofensivo, mas também pode trazer probemas; por isso o melhor é aguardar pelo período pós-parto para fazer ou retornar a usar o seu acessório favorito, feito de materiais esterilizados e sem a probabilidade de trazer problemas de saúde.