Grávida pode Tratar Depressão?

0
23

A gravidez é um momento especial na vida da maioria das mulheres. Mas uma grávida pode ter depressão?

A maioria das mulheres adora estar grávida, infelizmente isso não acontece com todas, pois, algumas chegam a sofrer de depressão antes, durante e depois da gestação.

A depressão é uma doença que limita muito a vida do paciente e deve ser sempre acompanhada por um médica especialista.

Grávida pode tratar depressão?

As mulheres grávidas com depressão ficam na dúvida se podem tratar a doença com medicamento porque sabem que isso pode fazer mal ao feto prejudicando seu desenvolvimento. Porém, dados indicam que a depressão faz produzir o hormônio cortisol e outras substâncias químicas ligadas ao estresse que também são prejudiciais ao bebê.

Mulheres grávidas que sofrem de depressão devem procurar ajuda psiquiátrica. Esse médico pode indicar medicamentos que não traga risco ao bebê porque ele faz uma análise completa dos medicamentos de acordo com seus componentes medindo os efeitos que eles podem trazer para o corpo humano.

Depressão na Gravidez Prejudica o Bebe?

Boa parte dos antidepressivos pode trazer efeitos negativos sobre o feto, mas seu uso é inevitável porque estudos provam que mulheres extremamente estressadas sofrem maior incidência de abortos espontâneos no primeiro trimestre de gestação.

Para as mulheres que já sofrem de depressão antes mesmo de engravidar, quando descobrir a gestação deve procurar um médico para ajustar a dose do medicamento ou até mesmo trocar por outro que seja mais seguro para o bebê.

A depressão é uma doença séria que vem atingindo cada vez mais pessoas de todos os géneros e idades. Deve ser tratada não apenas com medicamentos, mas também com acompanhamento psiquiátrico ou psicológico, e quando acontece em uma fase especial como a gravidez, exige uma atenção especial por conta do bebe.

A maioria dos antidepressivos pode causar danos ao desenvolvimento da criança e pode vir a prejudicar também a amamentação.

Contudo mesmo com todos os riscos a depressão na gravidez pode e deve ser tratada porque se não pode também trazer danos às crianças. Sendo assim, fundamental nessa época ter o acompanhamento de um médico que indique os medicamentos que ofereçam menos risco ao feto e a dosagem certa.

Além do tratamento com terapia que pode ser redobrado levando em conta a necessidade da redução dos antidepressivos durante a gestação e no período de amamentação.