Guia de Alimentação para o Bebé no Primeiro Ano

0
30

No primeiro ano de vida, a alimentação vai mudando ao longo dos meses. Saiba tudo o que precisa de saber no nosso guia de alimentação para o bebé no primeiro ano.

Começando pela amamentação, e terminando na introdução dos alimentos habitualmente ingeridos pelos adultos.

A alimentação é essencial para o bem-estar e para o desenvolvimento de um bebé.

Guia de alimentação dos 0 aos 6 meses

Após o nascimento, o alimento ideal para o bebé recém-nascido é o leite materno.

Nos primeiros 6 meses, a alimentação do bebé deve consistir apenas na amamentação da mãe. Já que o leite materno contém tudo o que o bebé necessita para o seu desenvolvimento.

A amamentação, além de fornecer todas as necessidades nutricionais do bebé, estimula ainda o vínculo materno, importante no seu desenvolvimento emocional.

Caso não seja possível a amamentação materna, não substituta com leite de vaca.

Existem leites adequados para estes casos, que devem ser prescritos pelo pediatra.

Guia de alimentação dos 6 aos 12 meses

A partir dos 6 meses de idade, começa a ser altura de começar a introduzir outros alimentos na dieta diária do bebé.

Contudo, o leite materno continuará a ser a alimentação base do bebé.

Esta fase é essencial na educação alimentar da criança. Servirá de transição entre o leite materno e a alimentação geral.

Nestes meses, as papinhas e as sopas começam a ser introduzidas no dia-a-dia, intercaladas com as mamadas. Geralmente, no início, são quatro mamadas e duas papinhas por dia.

As primeiras papinhas do bebé

As primeiras papinhas, sejam elas doces ou salgadas, devem ser juntar alguns ingredientes base.

A partir dos quais irá semanalmente adicionando novos, de modo a verificar possíveis alergias alimentares.

Pode juntar legumes, verduras, leguminosas, cereais e carne. Inicialmente não deve adicionar sal, e a gordura deve ser mínima.

A primeira papinha deve ter cenoura, batata, cebola, um pouco de carne e um fiozinho de azeite de oliva.

Procure usar sempre produtos frescos. Não triture completamente os alimentos. Deixe a papinha ou a sopa ficar pastosa, de modo a que o bebé se acostume a novas texturas.

Prefira ralar, amassar ou raspar os alimentos, de modo a que ele possa comer sem risco de se engasgar.

Quanto às papinhas doces, inicialmente deve evitar frutas ácidas.

Utilize sempre fruta fresca da estação.

A partir do nono mês, as sopas e papinhas devem começar a ser mais consistentes, com alguns pedaços pequenos, de modo a estimular a mastigação do bebé.

Pode começar também a oferecer pequenos alimentos para a mão, para ele começar a mastiga-los.