Perigo da Hipertensão na Gravidez

0
1484

Quando uma mulher fica grávida ela precisa logo procurar um médico de toda a sua confiança para iniciar um pré-natal completo. Somente através desse procedimento é possível descobrir todas as doenças que possam acometer a mãe e o bebê.

Entre as doenças mais arriscadas para uma gestante está a hipertensão. Ela pode até levar a grávida e o feto à morte.

Entretanto se for bem cuidada os riscos diminuem muito.

O que é hipertensão?

A hipertensão arterial é conhecida como pressão alta. Ela é uma doença silenciosa, porque muitas vezes não apresenta sintomas.

Essa doença pode surgir devido a diversos fatores como: histórico de hipertensão na família, obesidade, diabetes, dieta rica em sódio, excesso de gordura no sangue, tabagismo, entre outros fatores.

Essa doença é muito perigosa para pessoas de todas as idades, especialmente para as grávidas, pois, o risco não é só para ela como também para o bebê.

Muitas mulheres que têm hipertensão crônica e engravidam têm dúvidas em relação ao parto normal, porque a maioria quer esse tipo de parto, mas se preocupa com a sua vida e a do bebê.

Grávida com hipertensão crônica pode ter parto normal?

De acordo com especialistas, para saber se a gestante com hipertensão crônica pode ter um parto normal, é necessário primeiro identificar se a doença é leve, moderada ou grave. Isso deve ser feito, de preferência, antes que a mulher engravide.

Se a hipertensão crônica for leve o parto pode ser normal sim. Entretanto, para isso, a grávida deve ser assistida por uma equipe multidisciplinar, com cardiologista e obstetra, no pré-natal e no dia do parto.

Durante o parto, o indicado é que o médico use analgesia (como a anestesia raquidiana e a epidural), porque o risco é o estresse e a dor que podem elevar a pressão arterial da grávida.

Já quando a hipertensão crônica é moderada ou grave, o mais indicado é o parto cesariano. Porém essa decisão deverá ser tomada de acordo com cada caso, em conjunto com a gestante e a equipe médica.

A hipertensão em uma mulher grávida precisa de muita atenção, porque, qualquer coisinha pode levar o bebê à morte e nos casos mais graves, ao óbito dos dois, mãe e filho.

Mulheres que sofrem com hipertensão crônica devem se cuidar e pensarem muito bem se querem tem um filho, pois, os riscos são muitos.

Portanto, gestantes com hipertensão crônica podem ter o parto normal no caso de a doença ser muito leve. Mas nos casos moderados e graves, para ser realizado o parto normal é necessário que os médicos estudem cada caso, vendo quais os riscos de realizarem esse parto, mas é quase certo que nesses casos o parto seja cesárea.