Conheça a importância da relação pai-bebê!

O pai deve participar ativamente da vida do bebê e criar laços com este. Pais que dividem responsabilidades têm crianças felizes.

0
2752

Qual a importância do pai na vida de um bebê? Apesar do grande foco ser a relação mãe-bebê, por se considerar que o bebê depende da mãe durante a gestação e nos primeiros meses de vida, saiba que a figura paterna é muito importante para o desenvolvimento de crianças felizes.

Bebê e mãe estão ligados pelo cordão umbilical, mas bebê e pai têm laços muito fortes também. Ele é a primeira pessoa com quem o bebê contacta depois da mãe, e é uma figura masculina de referência para a criança.

O pai tem um papel importante na vida da criança

Para o bebê conseguir adormecer sem medos é preciso desligar-se da mãe e mergulhar num mundo só dele, onde há lugar para o sonho.

É importante o pai transmitir tranquilidade ao bebê e transmitir-lhe que a mãe não é só dele.

O bebê precisa ter certeza que se pode desligar da mãe e que quando acordar ela estará ali para satisfazer as suas necessidades.

Nos primeiros meses de vida, é normal que o bebê se sinta tranquilo junto da mãe, pois esteve com ela nos 9 meses de gestação e permanecem ligados. Mas, a partir do 5º mês do bebê, ele começa a dar mais atenção ao que o rodeia e a relação com o pai surge de forma natural.

Crianças demasiado vinculadas na mãe têm mais problemas em dormir. Um vínculo profundo acaba por não deixar espaço para um sono tranquilo. Além disso, as crianças só adormecem do lado dos pais, não o conseguindo fazer pelos seus meios. Isso prejudica o seu crescimento.

Quando têm sono, as crianças choram e isso leva a que os pais dêem colo, com medo de traumatizar a criança. Esta acaba por depender do colo para dormir.

Em situações de conflito entre os pais, a mãe refugia-se na criança e acaba por criar uma barreira entre o bebê e o pai. Quando o pai está ausente a mãe acaba querendo ser mãe e pai ao mesmo tempo, para compensar a ausência do pai.

É importante reconhecer o papel do pai na vida da criança. Este deve participar da rotina, dar opinião, alimentar, dar banho e cuidar. Ser pai é muito mais do que pagar contas, é ter uma relação única com o bebê e ajudar este a se desligar da mãe, para tornar a relação entre ambos mais gostosa.