Envenenamento e intoxicação acidental de crianças: ameaça dentro de casa

Saiba como agir para evitar e atender acidentes

0
4750

A intoxicação acidental é, infelizmente, uma ameaça constante. Todos têm em casa produtos tóxicos e medicamentos que, se estiverem ao alcance de crianças, podem terminar em problemas sérios e, até, a morte.

Contra esse inimigo, a prevenção é a melhor arma e depende de informação.

Como se prevenir contra intoxicações acidentais de crianças?

1. Remédios precisam ficar a 1,5 metro de altura;

2. Tente também usar gavetas com trancas e, claro, tranque;

3. Faça o mesmo com produtos de higiene, como desentupidores que levam soda na formulação;

4. Remédios levados na bolsa também merecem atenção, mantenha as crianças longe;

5. Nunca reutilize embalagens de alimentos ou bebidas do cotidiano para guardar produtos de limpeza;

6. Remédio é remédio. Doce é doce. Nunca tente usar a estratégia de falar que remédio é doce porque isso pode trazer problemas quando a criança estiver sozinha e acreditar na sua mentira;

7. Garanta que os produtos estão mesmo fora do alcance das crianças porque elas são exímias escaladoras, ainda que muito pequenas;

8. Mantenha números de emergência à mão;

9. Saiba sempre o peso e altura da criança, essa informação é fundamental.

E como agir quando, mesmo usando de cuidados, o acidente aconteceu?

1. Não entre em pânico, pense rápido e lembre que não é sobre você;

2. Ligue para a emergência (193 – Bombeiros) ou (190 – Polícia);

3. Tente saber qual medicamento a criança ingeriu ou teve contato;

4. Não dê nada à criança;

5. Siga cada passo orientado pelo atendente da emergência;

6. Provocar o vômito ou dar algo, como água e leite, somente se o atendente apontar para fazer.

Para onde encaminhar a criança em caso de acidente?

Essa é uma decisão que será tomada pelo atendente da emergência. Ainda assim, é bom conhecer esse tipo de informação. Cada cidade no Brasil tem um centro de atendimento, que funciona em um hospital.

Quando falar com o médico responsável pela saúde da criança, procure saber onde funciona esse centro de sua cidade e mantenha o telefone próximo.

Pode ser que não necessite, mas a prioridade é a emergência porque neste tipo de acidente, cada segundo conta.

No centro de informação da sua cidade, questione quais são os produtos que podem ser perigosos. Infelizmente, esse tipo de acidente é comum e ocorrem com praticamente os mesmos produtos, assim, essa informação pode te ajudar a manter sua criança em segurança.

Conheça os produtos de rotina mais perigosos para a intoxicação:

1. Água sanitária;

2. Desentupidores de canos;

3. Alvejantes sem cloro e com cloro;

4. Limpadores de vidro;

5. Sabão em pó;

6. Amaciante de roupa;

7. Limpadores de forno;

8. Todos os medicamentos, atenção redobrada para os xaropes que têm sabor gostoso e para os de tarja preta;

9. Todos os cosméticos;

10. Todos os inseticidas;

11. Todos os solventes;

12. Bebidas alcoólicas.

Nunca é demais reforçar: caso algum acidente ocorra com a criança, ligue imediatamente para a emergência (193 – Bombeiros ou 190 – Polícia)

Mantenha a tranquilidade e não tome decisões sem auxílio dos atendentes.

Gostou dessa dica? Compartilhe com amigos e ajude outras pessoas!

Relacionado: Evite dar esses 10 medicamentos para as crianças