Nova lei garante aos pais o direito de levar os filhos ao médico

Pais podem acompanhar o filho duas vezes por ano sem ter o dia descontado

1
13382

Quem tem filhos sabe: doença não obedece hora nem lugar. Ninguém quer, mas elas chegam. O normal é que, dependendo da idade da criança, até 12 infeções possam ocorrer durante o ano. Assim como o crescimento, ficar doente também faz parte do amadurecimento do sistema imunológico.

“Os novos benefícios fazem parte da lei que ampliou a licença à paternidade”

É natural, mas conciliar as idas ao médico pediatra com o trabalho é um desafio. A boa notícia é de que uma nova lei garante que os pais podem acompanhar os filhos doentes uma vez ao ano, sem correr o risco de ter o salário descontado.

Se a necessidade for de mais de uma falta, a lei não garante, mas uma conversa direta com o chefe pode ajudar.

A nova regra vale para quem tem filho de até seis anos. Assim, o casal pode se organizar e usar o direito da melhor maneira possível, já que a criança não fica doente somente uma vez. Quem decidir usar o benefício precisa pedir ao médico o atestado de acompanhante para apresentar no setor de Recursos Humanos da empresa.

Se a necessidade for de mais de uma falta, a lei não garante, mas uma conversa direta com o chefe pode ajudar.

Os novos benefícios fazem parte da lei que ampliou a licença à paternidade de cinco para 20 dias e à maternidade e mais 60 dias. A licença à maternidade ampliada só contempla as empresas inscritas no programa Empresa-Cidadã.

Compartilhe essa dica!

1 Comentário

  1. Uma vez por ano? Quero saber se os filhos de vcs adoecem uma vez por ano , nem todos tem condições de pagar alguém para ficar cm a criança doente. E nem uma mãe que se preze vai deixar seu filho doente por causa de trabalho , sim isso é importante, mas meu filho é mais ainda. Pra mim essa lei não serve de nada mesmo ????