O leite materno é alterado de forma a se adaptar às necessidades do bebê

Sabia que o leite materno ajuda na recuperação dos bebês quando estão doentes?

0
7349

Que o organismo é muito inteligente e foi concebido para que você seja capaz de enfrentar os desafios da natureza, todo o mundo sabe.

E em relação ao leite materno, você sabia que ele se vai alterando de forma a corresponder as necessidades do bebê? Nossa, como a natureza e realmente incrível!

Uma história verídica

Conheça a história de Mallory Smothers: Ela é mãe de uma menina que ainda é amamentada. Uma mulher como qualquer outra, trabalhadora, que todas as manhãs tem de se deslocar no seu emprego. E por isso todas as noites ela tira o leite em excesso e o armazena congelado. Reparou que o leite estava normal, mas que apresentava uma coloração ligeiramente mais esbranquiçada.

A filha de Mallory apanhou um resfriado, razão pela qual essa mãe teve de amamentar a bebê durante a noite. De manhã, repetiu o processo de extração do leite, de modo a remover o excesso. Para sua surpresa, dessa vez, o leite se encontrava amarelado. Foi aí que confirmou o que já havia lido em uma revista médica.

O leite materno vai se adaptar as necessidades do bebê

Com a leitura de uma revista, essa jovem mãe ficou sabendo que o leite materno pode se alterar, de modo a acompanhar as necessidades da criança. Ao mamar, a saliva do bebê entra em contato com o mamilo da mãe, passando para o organismo a transmissão do seu estado de saúde.

Tem quem defenda que na glândula mamária se encontram receptores que fazem um reconhecimento das bactérias e dos vírus presentes no bebê. A partir dessa leitura, o organismo vai produzir leite com uma composição imunológica adequada ao problema que o bebê está enfrentado. Não é magnífico?

O leite amarelado seria então um leite com leucócitos reforçados e propriedades antibióticos, para que a criança pudesse combater o resfriado com mais eficácia.

Ainda tem dúvidas que o leite materno é o melhor alimento que pode ser para o seu bebê?

Essa matéria é do seu interesse? Saiba mais sobre a amamentação assistindo a esse vídeo:

Compartilhe! Ajude a espalhar conhecimento!