Veja as transformações do corpo da mãe e do bebê na 7ª semana de gestação

Por fora uma mãe mais sensível, por dentro um bebê cada vez mais complexo

0
2950

Ele ainda é somente embrião, mas já tem coração e cérebros mais complexos. O bebê ainda é muito pequeno, mas até sua pálpebras já estão em formação. Ele já tem nariz e bracinhos que podem se dobrar.

7ª semana: o bebê ainda é muito pequeno, mas até sua pálpebras já estão em formação.

“A mãe sente os efeitos imediatos das alterações hormonais”

Dentro do útero, os movimentos do bebe são frenéticos, mas a mãe ainda não os sente. Nas próximas semanas ele só vai crescer e sua “cauda” vai sumir.

O que muda no corpo da mamãe

1. Enquanto o útero vive uma revolução silenciosa, a mãe sente os efeitos imediatos das alterações hormonais. Pode haver choro fácil e um certo nervosismo. É normal.

2. Como o útero cresce para acompanhar o desenvolvimento da criança, é natural que a mãe sinta umas fisgadas e um pouco de dor no ventre. As cólicas são normais, mas se ficarem muito intensas, relate o médico.

3. É hora de pisar no freio, obedecer ao corpo, relaxar e dormir.

4. Até esse momento, a mãe já terá feito um exame de ultrassonografia. Por meio dele, poderá saber o estágio geral da gravidez, que pode ser de um só bebê ou de gêmeos. Com os processos de FIV (Fertilização In-Vitro), as gestações gemelares estão mais comuns.

Independente da gravidez e do estágio, o médico deve acompanhar a mãe continuamente. O sucesso na gestação depende de um bom planejamento e de um pré-natal bem feito.
Gostou da dica? Compartilhe!