Mães de meninos têm mais chances de ter depressão pós-parto

0
25

Ao ficar grávida, geralmente a mulher fica muito feliz, pois, em alguns meses chegará ao mundo um ser vivo que dependerá dela para tudo e sempre ficará ao seu lado.

Em algumas gestações, a felicidade durante a gestação pode perder o lugar para a depressão pós-parto que ocorre logo depois do bebê nascer.

Sabia que as mulheres que tem meninos têm mais chances de ter depressão.

O que é depressão pós-parto?

A depressão pós-parto acontece logo depois do parto.

Os sintomas dessa enfermidade são desesperança e tristeza.

Nesse momento, muitas mães sofrem mudanças de humor e crises de choro. Isso ocorre, principalmente, por causa das alterações hormonais.

Durante a depressão pós-parto muitas mulheres não querem nem ver seus filhos.

Um estudo recente revelou que mulheres que têm filhos homens possuem mais chances de ter depressão pós-parto.

Mulheres que dão a luz a meninos têm maiores chances de ter depressão pós-parto

Uma nova pesquisa descobriu que mães de meninos têm mais de 70% de chances de desenvolver a depressão pós-parto.

Após analisar casos de 296 mulheres, as pesquisadoras Sarah Myers e Satah Johns, que trabalham na Escola de Antropologia e Conservação da Universidade de Kent, na Inglaterra, constataram também que mulheres com complicações no parto correm um risco ainda maior em comparação as que não tiveram problemas.

Estima-se que seja em torno de 174% mais chances.

A explicação para esses resultados da pesquisa é que muitos fatores de risco para sintomas de depressão estão relacionados à ativação de vias inflamatórias.

Uma resposta do sistema imunológico, que pode ser visto nestes dois casos, quer dizer, mulheres que têm meninos e mulheres com complicações no parto.

A medicina entende que mulheres com tendência a estresse, depressão e ansiedade têm mais chances de desenvolver a depressão pós-parto.

No entanto, o que as pesquisadoras comprovaram com a pesquisa é que o risco de depressão pós-parto diminui em casos de gestantes que têm uma gravidez normal.

Para evitar que as grávidas tenham depressão pós-parto, muitas coisas podem ser feitas.

Ao perceber que a mulher está com depressão, ansiedade ou estresse mesmo antes de o bebê nascer, o melhor é procurar um psicólogo, outra opção que pode diminuir as chances de a mulher ter essa doença é o apoio da família, pois, isso fará com que ela se sinta segura nessa nova fase da sua vida que é ser mãe.

Mulheres que vão ter meninos não precisam se preocupar com esse estudo, porque é apenas mais uma pesquisa realizada por profissionais que buscam respostas para os mais variados problemas dos seres humanos.

Portanto, a pesquisa feita na Inglaterra atesta que mães de meninos têm mais chances de ter depressão pós-parto, mas isso, não é para preocupar, basta que a gestante cuide não só da sua saúde e do seu bebê, como também do seu corpo e da sua mente.