Mamilo invertido: veja dicas de como amamentar nessa condição

0
354
mamilo invertido
Crédito: Freepik

A questão, agora, é o mamilo invertido: como amamentar quando o mamilo não fica saliente?

Embora a gestação seja um processo com muitos padrões, o que não faltam são as particularidades de cada gestante.

Por isso é que é importante ler muito e conversar bastante com os médicos e com outras gestantes para trocar ideias e saber o que é normal e o que precisa ser resolvido para ter uma gravidez e um pós-parto mais tranquilos.

Veja as dicas a seguir.

O que é mamilo invertido?

Para começar, é importante esclarecer que o mamilo é apenas o bico do seio, sem considerar a aréola. A maioria das pessoas considera que o mamilo é conjunto de aréola com bico, mas então agora já sabe que não é assim.

De acordo com os profissionais de cirurgia plástica, existem 3 tipos de mamilo, veja quais são.

Mamilo normal

O mamilo normal, tecnicamente chamado de mamilo protruso, é quando o bico do seio fica proeminente, ou seja, levemente projetado para fora, além do seio. Com estímulos ou nas baixas temperaturas, ele endurece com facilidade.

Mamilo plano

Algumas gestantes percebem que têm o mamilo plano, ou seja, não fica para fora nem para dentro. Ele fica no mesmo nível da aréola e necessita de estímulos para se tornar um mamilo normal.

Mamilo invertido

Nesse tipo, o mamilo é voltado para dentro, e o grande problema é que quando o bebê nasce e precisa ser amamentado no peito, não bem bico para ele abocanhar do jeito certo e conseguir sugar o leite. Existem estímulos para solucionar o problema, mas nem sempre são eficazes.

Veja também: como lidar com a pressão de não conseguir amamentar

Graus de mamilo invertido

graus de mamilo invertido
Crédito: Freepik

Além da divisão entre os tipos de mamilo, há também os graus de inversão no caso do mamilo invertido que existe para facilitar os diagnósticos médicos e tratamentos mais adequados.

  • Grau 1: quando o mamilo invertido se sobressai com facilidade ao ser estimulado, ainda que com um toque da própria mulher, e fica exposto durante algum tempo.
  • Grau 2: nesse caso é preciso estimular de forma diferente para que o bico se sobressaia. Mesmo assim, ele fica pouco tempo para fora, logo voltando à sua posição normal, que é para dentro.
  • Grau 3: nesse grau, mesmo com estímulos mais intensos, o mamilo não sobressai, ficando sempre para dentro. Mas em 95% dos casos os mamilos invertidos são de graus 1 e 2.

Por que o mamilo fica invertido?

Existem diferentes motivos para a mulher ter mamilo invertido. Algumas já nascem com essa diferença, mas só vão perceber quando engravidam, que é quando os seios ficam mais inchaços, a aréola escurece e o bico do peito aumenta um pouco.

Mas existem casos em que essa inversão ocorre por causa de processos inflamatórios, como nas mulheres que fumam, que sofreram câncer de mama ou que são diabéticas.

A causa da inversão está no encurtamento dos canais responsáveis pelo transporte do leite materno dentro do seio.

Como amamentar o bebê quando a mãe tem mamilo invertido?

como amamentar com mamilo invertido
Crédito: Freepik

O bebê não vai deixar de ser amamentando porque a mãe tem mamilo invertido. Ela poderá amamentá-lo do mesmo jeito, pois para mamar corretamente o bebê deve abocanhar a aréola toda, ou quase toda, e não apenas o bico.

Aliás, quando o bebê pega apenas no bico do seio a mãe geralmente sente dor, pois o bebê não consegue sugar direito.

Portanto, ter mamilo invertido não é um problema, pois o mamilo é apenas o canal de saída do leite.

Mesmo assim, os especialistas explicam que há casos de mães que não conseguem amamentar por causa do mamilo invertido. É sempre preciso pensar nas exceções, pois elas sempre vão existir.

Então, há exercícios que podem ser feitos pela mãe para facilitar na hora de oferecer o peito para o bebê, além de opção de cirurgia plástica para correção do mamilo invertido, em último caso.

Veja também: dicas de posições mais confortáveis para amamentar o bebê

Exercício de rodar o mamilo

Um dos exercícios que pode ser feito é o de rodar o mamilo, usando o dedo indicador e o polegar como uma pinça, de forma bem delicada, com o objetivo de ir trazendo o mamilo um pouco mais para fora.

Ele não vai sair totalmente e ficar um mamilo normal, mas pode ajudar. A mãe pode fazer esse exercício alguns minutos antes de dar de mamá.

Retirar um pouco de leite

Outra técnica útil é usar a bomba de ordenha para retirar um pouco de leite antes da amamentação, pois a sucção da bombinha pode ajudar a trazer o mamilo para fora.

Não usar outros tipos de bicos

É muito importante que as mães saibam que todo bebê já nasce com instinto de buscar o peito para mamar.

Se a mãe tiver mamilo invertido, o bebê vai acostumar a se alimentar nesse tipo de bico mais para dentro.

Mas, se ela oferecer mamadeira, chupeta ou o bico de silicone para colocar da frente do mamilo, o bebê não vai saber o que fazer e vai ser bem mais difícil que ele pegue no peito sem nenhuma ajuda depois.

Cirurgia plástica

Geralmente, a mulher já consegue perceber que tem mamilo invertido antes de ficar grávida.

Então, é bom conversar com seu médico sobre a opção de realizar uma cirurgia plástica de reparação do mamilo invertido, que costuma ser bem simples, com anestesia local.

Deve procurar uma clínica de confiança e saber o momento certo de operar, sem prejudicar sua saúde ou a do bebê.